Febraban apoia governo e BC na redução do spread de maneira consistente


A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) manifestou apoio ao governo e ao Banco Central no esforço para possibilitar a redução do spread bancário de maneira "consistente e sustentável". A criação de um grupo de trabalho para sugerir medidas sobre o assunto, conforme nota da entidade à imprensa, vai na direção desejada de reduzir os custos da intermediação financeira e, consequentemente, do crédito.

Mais cedo nesta terça-feira, 20, o BC anunciou medidas, algumas já divulgadas pelo governo na semana passada, que formam o que o regulador batizou de "Agenda BC+". Está amparada em quatro pilares e não necessariamente todas as iniciativas terão efeito no curto prazo: mais cidadania financeira, legislação mais moderna, sistema financeiro nacional mais eficiente e crédito mais barato.

"A agenda anunciada pelo Banco Central também contempla medidas estruturais importantes que contribuirão para dar maior racionalidade e transparência às relações entre o Tesouro Nacional e o Banco Central", destaca a Febraban, que também cita as medidas mencionadas pelo regulador para ampliar a educação financeira dos cidadãos, mecanismos de solução de conflitos sem necessidade de judicialização e ainda iniciativas para maior transparência na atuação do setor.

Na visão da Febraban, o anúncio da simplificação do depósito compulsório, o estabelecimento do depósito remunerado, a promoção das duplicatas eletrônicas e a regulamentação das Letras Imobiliárias também devem contribuir para incentivar o crédito e reduzir seu custo. A Federação também acredita que o aperfeiçoamento do cadastro positivo, com o fim da responsabilidade objetiva e solidária das fontes de informação e dos usuários do cadastro, aumentará os incentivos para sua mais rápida implantação.

"O conjunto de medidas irá contribuir para melhorar o ambiente de crédito de forma estrutural e duradoura. A Febraban e seus bancos associados darão colaboração ativa e construtiva à autoridade monetária para que as medidas anunciadas tenham bons resultados, no prazo definido, e contribuam para o aumento da oferta de crédito, do investimento e para a retomada da criação de empregos", conclui a entidade.

Fonte: Estadao Conteudo

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: falecom@meusul.com.br

Newsletter