Primeiro voo da Azul pousa em Jaguaruna

 

Cerca de 13h50min pairava sob Jaguaruna a aeronave Embraer 195 da Azul Linhas Aéreas, com capacidade para 118 passageiros, que pousou no Aeroporto Regional Sul Humberto Ghizzo Bortoluzzi. Um forte jato de água batizou a aeronave dando boas-vindas à nova empresa que oficializou sua primeira operação na região sul. O governador Raimundo Colombo, entre várias autoridades políticas, empresários e a população acompanharam a chegada do avião.  O aeroporto agora conta com três voos para São Paulo. Além do oferecido atualmente pela Latam às 13h30min, a empresa Azul também passará a operar com duas opções diárias para Campinas.  O governador Raimundo Colombo, que cumpriu agenda no sul do estado ontem, afirmou que o aeroporto cumpre um papel estratégico e fortalece o sul. “O aeroporto se consolida como um grande vetor de desenvolvimento. Todas as pessoas que vêm para a região em busca de negócios ou a passeio passam a ter mais alternativas. É uma alegria receber mais essa opção de voo”, disse o governador.  O assessor da presidência para assuntos institucionais da Azul, Ronaldo da Silva Veras, informou que a empresa está aumentando a participação no estado. “Hoje, atendemos seis municípios em Santa Catarina. E essa operação em Jaguaruna vai proporcionar que se atenda não só o município, mas a região toda”, afirmou.  A chegada da nova linha aérea ampliou a carga horária de funcionamento do aeroporto, o número de funcionários e atraiu novas empresas ao espaço. De acordo com o prefeito de Jaguaruna, Luiz Napoli, o município e toda a região estão sendo impulsionados pelo crescimento do empreendimento local. “O aeroporto deu um grande passo. Ano passado inauguramos o primeiro voo da Latam, que foi a pioneira no local. Em pouco tempo recebeu grandes investimentos, e a chegada da Azul, que atuava em Forquilhinha, para Jaguaruna é mais um avanço”, relatou.  Com a implantação de novos voos, linhas de ônibus e táxi já foram solicitadas movimentando a economia regional. “A Azul solicitou a implantação de novas linhas de ônibus. Já conversamos com os empresários para agilizar os procedimentos”, reforçou o prefeito. 

Horários  O voo 5731 comercial da empresa Azul sairá do Aeroporto de Jaguaruna de domingo a sexta-feira, às 6h20min, com chegada em Campinas às 7h50min. O voo 5730 sairá de Campinas de domingo a sexta-feira, às 21h30min, com chegada em Jaguaruna às 23 horas. Outra opção será o voo 5188, que sairá de Campinas de segunda a sexta-feira às 12h15min, com chegada em Jaguaruna às 13h15min. O voo 5189 sairá de Jaguaruna de segunda a sexta-feira, às 14h15min, com chegada às 15h45min em Campinas. 

Desafio: governador estuda ampliação e construção do terminal de cargas?

A região pode ganhar mais um modal de transporte que ajudará no desenvolvimento. O terminal de cargas, suprimido do projeto original do aeroporto devido ao alto orçamento, ainda é pauta de discussão entre empresários e lideranças políticas. O governador afirmou que foi iniciado um estudo para avaliar a possibilidade de transporte de carga através do Aeroporto Regional Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna. “Santa Catarina movimenta cerca de R$ 5 bilhões/ano de importação via aérea e a implantação do terminal de cargas na região sul é muito importante para a economia estadual. O estudo já está em fase de conclusão, para elaborar o orçamento da ampliação e alargamento da pista e a construção do terminal”, garantiu o governador. Ele complementou que ainda não há previsão de datas, nem orçamentos elaborados. O presidente da Associação Empresarial de Jaguaruna, Sangão e Treze de Maio (Acirj), Anélcio Bonin Dal Toé, enfatizou que a vinda do terminal trará grande desenvolvimento à região e está sendo cobrada pelos empresários. “A associação enviou uma moção ao governador cobrando o terminal de cargas, que será um complemento ao aeroporto e a realização de um sonho antigo dos empresários. Recebemos um retorno positivo do estado e continuamos acompanhando o caso para que saia em breve do papel”, detalhou.  Com a implantação do terminal de cargas, o aeroporto de Jaguaruna se tornaria uma opção para o transporte de cargas entre Florianópolis e Porto Alegre, suprindo uma necessidade básica de toda região. Outra vantagem seria a proximidade com a via férrea. Somando-se com a construção de Terminal Intermodal, em Içara, facilitaria a escoação da produção do sul do estado.

A estrutura do aeroporto?

? O Aeroporto de Jaguaruna foi homologado para operação visual diurna e noturna. O local está autorizado para pouso e decolagem de aeronaves com capacidade de até 190 passageiros, com voos comerciais regulares. A estrutura possui pista com 2,5 mil metros de comprimento por 30 metros de largura. Conta ainda com balizamento noturno, farol de aeródromo, biruta iluminada, estação de rádio e sistema de placas de sinalização vertical luminosa, que servem para auxiliar a navegação aérea e a aproximação. Para os usuários, foi destinada uma área de 1,9 mil metros quadrados no terminal de passageiros. Ainda possui espaço para estacionamento de veículos. A área total do local é de 311 hectares, o que equivale a 377 campos de futebol. O acesso ao aeroporto tem extensão de 4,83 quilômetros asfaltados, ligado à BR-101.?Conforme a empresa RDL, que administra o local, em 2015, o aeroporto de Jaguaruna recebeu 31.393 passageiros. Neste ano, até outubro, foram registrados 51.114 passageiros (em 2016 houve apenas um cancelamento de voo). 

 

Passageiros de São Paulo desembarcam em solo jaguarunense?A disponibilização de voos com linhas de Jaguaruna a São Paulo ampliou as opções dos turistas e empresários, tanto locais quanto de outros estados. A carioca Marlete Letiere Dezan aproveitou o voo para visitar seus parentes em Criciúma. “Moro no Rio de Janeiro e gosto de viajar pela Azul. Agora teremos mais uma opção para visitar Santa Catarina e conhecer a região”, contou a aposentada. Já o gerente de produção Marcio José Theiss, que reside em Criciúma, aproveitou o voo inaugural da linha aérea para realizar mais uma viagem de trabalho a São Paulo. “Antes embarcava em Forquilhinha, agora tenho que vir até Jaguaruna, mas penso que essa transferência contribui para o desenvolvimento da região”, analisou. 

Fonte: Notisul

Imagens: Lysiê Santos 

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: falecom@meusul.com.br

Newsletter