Venda de sistemas fotovoltaicos terão 60% de desconto

 

Depois do sucesso do projeto Bônus Eficiente, que viabilizou a substituição de mais de 77 mil eletrodomésticos antigos por modelos novos e eficientes com 50% de desconto em relação ao preço de mercado, a Celesc lança agora o projeto Bônus Fotovoltaico, que vai oferecer subsídio de 60% na compra de painéis fotovoltaicos para mil residências na área de concessão da empresa.

A assinatura do contrato para o início do projeto será nesta segunda-feira, 28, às 14 horas, no Centro Administrativo do Governo do Estado, em Florianópolis, com a presença do governador Raimundo Colombo.

O Bônus Fotovoltaico é mais uma inciativa do Programa de Eficiência Energética da Celesc, o peeCelesc, que está ganhando fama em todo o país por conta dos benefícios econômicos aliados aos ganhos sociais e ambientais, de forma sustentável. 

“Nosso objetivo é levar aos consumidores propostas inovadoras para geração de energia elétrica e, ao mesmo tempo, possibilitar redução do custo da energia no orçamento das famílias e difundir o uso seguro e racional deste insumo que é fundamental para o desenvolvimento econômico de toda a sociedade”, destaca o presidente da empresa, Cleverson Siewert. 

A assinatura acontecerá entre a Celesc Distribuição e a Engie Geração de Energia Fotovoltaica, vencedora do Edital PE.1602545. Por meio do sistema fotovoltaico oferecido pelo projeto, o consumidor vai gerar energia para seu próprio consumo e o que for excedente, será injetado no sistema elétrico da Celesc e transformado em crédito para o consumidor.

Esse crédito poderá ser utilizado, no prazo de até cinco anos, para pagar a energia consumida na residência com o sistema fotovoltaico ou em qualquer outra unidade consumidora de mesma titularidade, desde que conectada ao sistema da Celesc.

Com um custo de R$ 11,9 milhões, o projeto tem uma contrapartida dos clientes de R$ 6,7 milhões, e cada consumidor pagará, pelo sistema instalado, R$ 6,68 mil. O valor equivale a 40% do valor do material dos sistemas fotovoltaicos. Os outros 60%, assim como todo o serviço, serão pagos pelo Programa de Eficiência Energética da Celesc. 

Em condições ideais, os sistemas oferecidos pelo projeto deverão gerar aproximadamente 280 kWh/mês. “O retorno do investimento para o consumidor final é de três a quatro anos, com a vida útil dos equipamentos de 25 anos”, destaca o coordenador do peeCelesc, Marco Aurelio Gianesini.

Além dos benefícios para quem adquirir os sistemas fotovoltaicos, o projeto Bônus Fotovoltaico promove a geração distribuída, o baixo impacto ambiental e a redução no carregamento das redes, além da minimização das perdas de energia e da contribuição para a diversificação da matriz energética brasileira.

Atualmente, em SC, a potência instalada em Geração Distribuída é de 5.842,44 kW. O projeto será responsável pela instalação de outros 2.600,00 kW, cerca de metade do que é gerado hoje, colocando o Estado na vanguarda desse tipo de geração.

Requisitos para participar do projeto

– Consumidor residencial deve ser adimplente com a Celesc e fazer a inscrição via internet*. Caso todos os requisitos sejam atendidos, o consumidor entra para a lista de instalação.

-  Área mínima de 20m² disponível no telhado para instalação, livre de sombreamentos (por árvores, prédios vizinhos, etc);

– Orientação do telhado voltada para o Norte (com desvio admitido +/- 30°);

– Inclinação do telhado de 15° a 25° em relação ao plano horizontal;

– Consumo médio superior a 350 kWh  nos últimos 12 meses;

– Disponibilidade de recurso para contrapartida;

– Disponibilidade de acesso à rede de internet/WiFi;

- Cada cliente poderá se inscrever para receber um sistema de 2,6 kWp

Neste primeiro momento – dezembro, janeiro e fevereiro – será criada ferramenta digital de comercialização. Em breve, a Celesc iniciará a campanha de divulgação nos principais veículos de Comunicação do Estado para divulgar o período de inscrição dos interessados. Quem deseja adquirir os sistemas fotovoltaicos deverá sinalizar interesse por meio do site do programa. A instalação dos painéis nas residências será realizada após validação técnica do local.

Fonte: Engeplus

Imagem: Ilustrativa

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: falecom@meusul.com.br

Newsletter