Defesa Civil chama a atenção para poluição do rio

Um dos maiores problemas da água do rio Tubarão, atualmente, é a poluição. E isso não é resultado apenas de rejeitos e esgotos que desembocam diretamente no rio, mas também de objetos deixados nas margens. No Dia Mundial da Água, celebrado hoje, a dica é pensar na preservação.

O gestor coordenador de Proteção e Defesa Civil de Tubarão, Djalma Alves, explica que é enorme a quantidade de lixo na mata ciliar, quase na barranca do rio. “Papel, caixas, pedaços de TVs e máquinas de lavar roupas, pacotes plásticos de biscoitos, pratos de isopor e restos de construção, como telhas, tijolos etc., são apenas alguns tipos de lixo deixados na beira do nosso rio. Isso é lamentável! As pessoas precisam ter ciência de que essa poluição voltará para elas mesmas, principalmente em caso de uma enchente”, explica Djalma. 

Ontem, uma equipe da Defesa Civil tubaronense realizou uma ronda pelo rio, além de uma visita de conhecimento das comportas do rio Tubarão. “O nível de água está baixo, mas o rio está muito poluído. Essa é a realidade do nosso rio, que corta a cidade, principalmente por causa de esgoto de empresas e casas que contamina a água. Mas a sujeira no entorno, nas barrancas, é realmente preocupante”, alerta.

De acordo com Djalma, um novo mutirão de limpeza na beira-rio deve ser realizado no fim de abril. “A ideia é realizar um mutirão a cada dois meses, para limpeza das margens.”

Djalma ressalta ainda a importância de a população ter consciência e preservar o meio ambiente, principalmente a água. “As pessoas precisam preservar a água e saber que não se pode jogar lixo nas beiras do rio. Há outras formas de se fazer o descarte destes materiais. O rio Tubarão é bonito, é para ser contemplado, é fonte de água para a população. Espero que, num futuro próximo, possamos parar em frente e não sentir mais o cheiro ruim dos dejetos, não ter sujeira na mata ciliar e quem sabe encontrar peixes”, completa.


Projeto Águas de Tubarão

A Fundação Municipal de Meio Ambiente de Tubarão (Funat) lança hoje o projeto Águas de Tubarão, que pretende melhorar a qualidade dos recursos hídricos da cidade. Em uma primeira etapa será feito um diagnóstico da qualidade das águas superficiais dos principais rios em Tubarão. Esse estudo será realizado por meio da análise de diversos parâmetros físico-químicos que compõem o Índice de Qualidade da Água (IQA), complementado pelo Índice de Toxidez (IT), e ocorrerá nos rios Tubarão, Corrêas, Ilhota, Capivari, Caruru, da Madre, Pinheiros e do Pouso.


Responsabilidade pode preservar água

Já parou para pensar em quantos litros de água são desperdiçados diariamente? Ou quantas pessoas e empresas contribuem para a poluição de rios, lagos e represas? A água é um recurso natural indispensável para a sobrevivência de qualquer ser vivo, e precisa ser cultivada, protegida e utilizada com consciência. 

A Tubarão Saneamento, responsável pelos serviços de água e esgoto na Cidade Azul, incentiva o uso consciente da água, investindo em projetos sociais com a participação das comunidades onde está inserida, propondo mudanças culturais. A concessionária acredita nos “5 Rs”: reduzir, reusar, reciclar, respeitar e reflorestar. 

Pequenas ações podem mudar muito, por isso a Tubarão Saneamento tem algumas dicas para a comemoração do Dia Mundial da Água. “Comece o dia fechando a torneira enquanto você escova os dentes. Veja o quanto é fácil e faça isso todos os dias do ano. Depois que lavar a roupa, reutilize a água para lavar a calçada ou os tapetes. Lugar de lixo é na lixeira, e não em rios, ruas ou bocas de lobo. Avalie as suas atitudes e entre em contato com os órgãos responsáveis sempre que reconhecer ações suspeitas”, ensina a direção da concessionária.


Ação é realizada com mais de 120 alunos

Celebrar o Dia da Água com conscientização. Foi com essa visão que a Jaguaruna Saneamento elaborou uma ação especial com os alunos da Escola Básica Municipal Antônio João Mendes, no balneário Camacho.

Mais de 120 alunos tiveram a oportunidade de conhecer o processo de captação, tratamento e distribuição de água em uma visita à Estação de Tratamento de Água da Jaguaruna Saneamento.

Além de um tour pela estação, os estudantes tiveram palestras e assistiram a demonstrações preparadas e realizadas por profissionais que atuam no tratamento da água. No fim da visita, cada turma plantou duas mudas de árvores, que receberão placas com a data e os nomes dos alunos envolvidos na visita. 

Wallace Brito, 16 anos, é aluno do oitavo ano e valorizou o aprendizado. “Achei muito legal! Ver todos os equipamentos, estruturas e o trabalho feito aqui faz a gente ter vontade de trabalhar em um lugar assim. Tirou nossas dúvidas sobre o tratamento, que é importante para ter uma água saudável em casa”, revela.

“Além de valorizar e preparar as nossas crianças para um futuro melhor, estamos demonstrando a importância de todo esse trabalho realizado aqui para a nossa comunidade”, finaliza Eduardo Silvano Batista, superintendente da Jaguaruna Saneamento.

Fonte: Diário do Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: falecom@meusul.com.br

Newsletter