CAEP de Armazém não existe mais após acontecimento em santa missa

No último sábado, 20, na santa missa realizada na Igreja Matriz São Pedro Apóstolo em Armazém, um fato deixou os presentes sem entender o que estava acontecendo. Uma ex-integrante do CAEP (Conselho Administrativo e Econômico Paroquial) de Armazém, tentou durante a cerimônia chamar a atenção do Padre para que pudesse realizar os agradecimentos e exaltar as realizações do Conselho diante de toda a comunidade, porém aparentemente o sacerdote negativou, por não ter sido consultado antes da santa missa para que pudesse autorizar ou não a fala da ex-integrante.

A atitude do Padre gerou questionamentos por parte da sociedade, sendo considerada por muitos inadmissível, já que a igreja se trata de um local onde qualquer pessoa possui direito de falar e é bem-vinda, comumente o catolicismo prega isto. Durante o áudio uma pessoa fala que “este assunto deve ser tratado em particular e não na hora da santa missa”, porém isto é uma prestação de contas que deve ser feita publicamente, não em particular. Outra fala presente no áudio “[…] hoje há uma homenagem mais importante que é a família”, de nada justifica impedir a fala.

Editorial

Não foi ética a atitude adotada pelo Padre perante toda a sociedade, por a igreja ser uma instituição de “interesse social”, cabe a ela se tornar um espaço em que os informativos à sociedade sejam realizados, onde também busque-se de certa forma agir com harmônia e espírito de paz, a prioridade é ainda maior quando há uma prestação de contas a ser realizada.

Mesmo não sendo consultado previamente, o que não foi possível, como explicado por uma ex-integrante do CAEP, o Padre tranquilamente deveria atender ao pedido de fala, não realizando injúria e calúnia perante centenas de pessoas. Esta sem dúvidas não é uma atitude esperada por parte de um sacerdote.

Vale lembrar que os integrantes do CAEP são quem realizam todas as necessidades da paróquia, Conselho formado por membros voluntários e não remunerados.

Por a Paróquia ter se manifestado em nome do Padre perante toda a sociedade, a visita à Rádio do município se tratou de um direito de resposta.

Abaixo você confere o texto que seria lido:

No último dia nove de agosto, foi dissolvido o Conselho Administrativo e Econômico Paroquial – CAEP em nossa paróquia, cujos representantes era: Hélio de Souza Steiner e Edinéia Doerner Steiner, Márcio Preuss e Mislayni Martins Preuss, Renato da Silva e Regina Steiner da Silva, Antônio Paulo Alves Corrêa e Syrleni Regina da Rosa Corrêa, Arno May e Lídia Heidemann, Claudemir Campos Delfino e Nelir Hellmann, Édio Mathias e Ana Machado Mathias.

Em janeiro de 2014 assumimos os trabalhos frente a esse conselho para ajudarmos o pároco na administração dos bens da paróquia e na promoção da pastoral paroquial.

No período ao qual estivemos à frente do CAEP, procuramos desenvolver um trabalho digno ao qual nos foi confiado. Enfrentamos dificuldades, porém superamos com determinação e coragem.

Tínhamos metas a cumprir até o final de nosso mandato em 31 de dezembro de 2016, ao qual faz-se saber:

Pintar a Igreja matriz;
Restaurar os bancos da igreja;
Reformular o altar da igreja matriz;
Programar a festa dos cinquenta anos da construção da nossa igreja;
Firmar contrato entre Paróquia e Comunidade Maria Porta do Céu;
Construir um banheiro para deficientes físicos no Salão Paroquial;
Adequar toda a parte da churrasqueira e lavanderia do Salão Paroquial de acordo com exigências da vigilância sanitária;
Promover uma confraternização no final deste ano com todas as pastorais e demais CAEP’s das capelas e funcionários de nossa paróquia.

Metas alcançadas

Neste tempo de nossa gestão, fizemos benfeitorias na igreja matriz, secretaria paroquial, centro catequético, casa paroquial e salão paroquial;
Readequamos o salão paroquial a cada Festa de São Pedro frente às exigências da vigilância sanitária e do corpo de bombeiros, abrindo portas, instalando lâmpadas de emergência, extintores novos e trocando todas as lâmpadas da cozinha;
Compramos um lava-jato profissional e consertamos outros dois;
Adquirimos duas batedeiras profissionais;
Compramos utensílios para a cozinha do salão paroquial, exigidos pela vigilância sanitária.
Adquirimos um caixa móvel, uma máquina de lava roupa e um carrinho para depósito de lixo, todos de uso no salão paroquial;
Compramos uma máquina de lavar roupa que está na Comunidade Maria Porta do Céu;
Revestimos cinco mesas da cozinha do salão com aço inox;
Instalamos uma caixa d’água de cinco mil litros juntamente com uma bomba d’água no banheiro externo do salão paroquial;
Construímos um contra piso na parte externa do salão;
Colocamos brita na lateral e parte de trás do Salão Paroquial;
Colocamos lixeiras fixas na parte externa da igreja matriz e salão paroquial;
Adquirimos uniformes para os funcionários da paróquia: secretária, funcionários da igreja e funcionária do salão paroquial na época. O uniforme ao qual os membros do CAEP usavam, foi de aquisição de cada um dos integrantes;
Dedetizamos o forro da igreja matriz;
Colocamos corrimão na saída da sacristia;
Compramos um data show e um notebook para a igreja matriz;
Adquirimos uma enceradeira para lavagem do piso da igreja juntamente com os produtos necessários;
Reparamos as instalações da igreja matriz;
Adquirimos uma mesa de som nova para a igreja;
Custeamos viagens e lanches para pastorais e corais;
Contribuímos com o valor de R$ 1.000,00 (mil reais) para compra de câmeras de monitoramento municipal solicitada pelo Conseg;
Pintamos a parte interna da secretaria paroquial, uma sala na casa paroquial e a parte interna da igreja matriz onde se encontra o altar;
Compramos três mesas novas: uma para a sala de atendimento da secretaria paroquial, uma para a casa paroquial e uma para o salão paroquial;
Adquirimos um armário para uso da igreja;
Trocamos toda a instalação elétrica do Centro Catequético;
Compramos dois climatizadores de ar Split 12.000 btus;
Promovemos uma confraternização com noveneiros e festeiros das três festas de São Pedro de nossa gestão;
Adquirimos um exaustor novo para instalação no salão paroquial;
Custeamos as despesas cotidianas de nossa paróquia que são altas: em média R$ 35.000,00 mensais;
Estamos deixando em caixa a quantia de R$ 352.515,05 para que possam dar continuidade aos trabalhos de nossa paróquia, de acordo com suas necessidades. Nós membros integrantes que fomos do CAEP, temos orgulho por nossos préstimos dedicados para a comunidade. Desta forma, queremos deixar aqui os agradecimentos a todos os que nos ajudaram nessa caminhada. O nosso muito obrigado!

“A gratidão é uma das maiores medidas do caráter de uma pessoa”.

Foto: Tiago Boeing/ORS

Fonte: O Regional Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: falecom@meusul.com.br

Newsletter