Jovem suspeito de matar mãe e irmã será levado para hospital psiquiátrico;

Os corpos de Simone Melo da Silva, de 42 anos, e da filha Maria Eduarda Teixeira, de 12, assassinadas na quinta-feira (17) em Tubarão, são velados nesta sexta-feira (18) na capela da Igreja de São Martinho.
As vítimas são mãe e irmã de um rapaz de 21 anos suspeito de praticar o crime. Ele foi preso e será encaminhado para uma unidade de saúde psiquiátrica, segundo o Hospital Nossa Senhora da Conceição.
A família morava em uma casa no bairro São Martinho. Segundo a Polícia Militar, a mãe foi esfaqueada dentro da residência. A filha conseguiu fugir para tentar pedir ajuda, correu em direção ao salão de beleza onde a mãe trabalhava, mas foi esfaqueada antes de chegar.
O filho e irmão das vítimas foi preso em uma fábrica perto da residência. Os policiais afirmaram que o jovem estava seminu, sujo de sangue, falava palavras sem sentido e resistiu à prisão. Por causa disso, foi levado para atendimento médico.
Segundo o Hospital Nossa Senhora da Conceição, o jovem segue internado no local sob custódia da PM, mas ele será transferido para um hospital psiquiátrico. A data não foi informada.

Velório
Pela manhã, parentes e amigos acompanharam o velório. Depois, os corpos foram levados pra Urussanga, onde serão enterrados no final da tarde. O nome do cemitério não foi divulgado.
Os vizinhos da família informaram que o jovem tinha problemas psiquiátricos, mas afirmaram que não demonstrava ações de violência.

Crime
O duplo homicídio ocorreu por volta das 14h. Quando a PM chegou à casa, bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) faziam o atendimento às duas vítimas esfaqueadas. Conforme o Instituto Geral de Perícias (IGP), as duas morreram de traumatismo torácico.
O suspeito foi preso, mas a polícia teve que usar força durante a ocorrência. “Ele acabou tentando danificar a caixa da viatura, ficava se batendo, não falava coisa com coisa. Por isso, resolvemos encaminhá-lo ao HNSC [Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão]”, relatou o capitão da PM Josias Severino.
A mãe morreu a caminho do hospital. A adolescente chegou a dar entrada na unidade, mas não resistiu.

Fonte: G1

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: falecom@meusul.com.br

Newsletter