Sobe para seis o número de mortos por gripe em SC, diz Dive

Subiu para seis o número de mortes em decorrência do vírus influenza em Santa Catarina, de acordo com o boletim divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) nesta quinta-feira (17). De 31 de dezembro do ano passado até a última terça-feira (15), 69 casos de influenza foram confirmados no estado. A maioria é de pessoas com mais de 60 anos.
Dos mortos em decorrência da Influenza, três eram de Florianópolis. Em Blumenau, Jaraguá do Sul e São José, houve uma morte em cada cidade.
Dos casos confirmados de influenza, 36 são por gripe A (H1N1), 23 por gripe A (H3N2), cinco aguardam subtipagem para identificação para o vírus Influenza A e outros cinco pelo vírus Influenza B.
Os municípios com casos confirmados de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) foram:
Florianópolis: 17 casos
São José: 9 casos;
Tubarão: 8 casos
Blumenau: 5
Biguaçu, Itajaí, Joinville e Palhoça: 3 casos cada
Braço do Norte, Jaraguá do Sul, Santo Amaro da Imperatriz e Tijucas: 2 casos cada
Brusque, Canelinha, Itapema, Laguna, Lebon Régis, Maravilha, Nova Veneza, Rodeio e São Miguel do Oeste: 1 caso cada um.

Tipos
Influenza A (H1N1): 69
Influenza A (H3N2): 23
Influenza A (subtipagem em andamento): 5
Influenza B: 5

Idades
Entre os casos confirmados, três têm menos de 3 anos, um tem entre 2 e 4 anos, sete têm entre 5 e 9 anos e oito têm de 10 a 19 anos.
Conforme a Dive, oito casos têm entre 10 e 19 anos, 10 têm entre 20 e 29 anos, outros quatro casos têm de 30 a 39 anos. Quatro casos confirmados têm de 40 a 49 anos, 13 casos têm entre 50 e 59 anos. A maioria, 19 casos, tem acima de 60 anos.

Fatores de risco
Dos 69 casos confirmados, 47 tiveram algum fator de risco associado. Desses, 17 eram portadores de doenças crônicas, três eram crianças com menos de dois anos e 19 eram idosos.
Quatro desses casos eram gestantes e quatro eram obesos. Desses, seis morreram e 15 ainda aguardam conclusão da investigação.

Confira abaixo quem tem direito à vacina nos postos de saúde:
portadoras de doença crônica
idosos
crianças a partir dos seis meses e com menos de 5 anos
gestantes
mulheres que tenham tido filhos há pelo menos 45 dias
professores
indígenas
trabalhadores da saúde
adolescentes e jovens de 12 a 21 anos do sistema socioeducativo
detentos
funcionários do sistema prisional

Prevenção
Com prevenção à gripe, a Dive recomenda lavar as mãos com frequência e evitar ambientes fechados com aglomeração de pessoas.
O órgão também orienta que sejam mantidos limpos com álcool objetos e superfícies que tenham contato direto com mãos, como mesas, teclados, maçanetas e corrimãos e que não sejam compartilhados objetos de uso pessoal, como copos e talheres.
Também é necessário manter limpos com álcool objetos e superfícies que entram em contato frequente com as mãos, como mesas, teclados, maçanetas e corrimãos, além de não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e talheres.

Fonte: G1

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: falecom@meusul.com.br

Newsletter