Vladimir ganha a tão esperada bicicleta

Após anos vivendo nas ruas, Vladimir Sampaio, de 44 anos, decidiu mudar sua realidade e está em busca de uma oportunidade de trabalho. Natural de Viamão, no Rio Grande do Sul, há oito anos deixou sua terra natal e passou a trilhar cidade por cidade. Em maio deste ano, chegou a Tubarão e encontrou um abrigo no Albergue Noturno Pousada da Paz. Lá, recebeu alimento e um aconchego para o seu corpo cansado. Passou uns dias na cidade e resolveu ir para Içara, mas foi em Tubarão que havia se sentido acolhido e decidiu voltar. “Já passei por vários lugares e aqui foi o único local que fui bem recebido. Tubarão tem um povo acolhedor e é aqui que quero recomeçar minha vida”, afirma.

A vontade de recomeçar fez com que o gaúcho alugasse um espaço, e para sobreviver investe na produção de peças artesanais. Ele e um amigo, que mora há alguns anos em Tubarão, confeccionam quadros e barcos de madeira com símbolos de time de futebol. “Meu amigo me ajuda a fazer os barcos e tento vender nos semáforos. Mas não está fácil”, conta. 

Para se locomover e apresentar seu trabalho em diferentes pontos da cidade, ele precisava de uma bicicleta. Após publicação do pedido no Notisul, a leitora Ana Paula Almeida se sensibilizou com a causa e doou sua antiga bike ao novo tubaronense. 

“Agora ele vai poder se locomover com mais agilidade. Me contou que chegou a levar quase uma hora para ir até Oficinas. Pra mim foi gratificante poder contribuir com o próximo, e ver a felicidade estampada no rosto dele foi emocionante”, conta Ana Paula.

Em busca de oportunidade
Agora com a bicicleta, Vladimir segue vendendo seus produtos artesanais, mas continua à procura de uma oportunidade de trabalho em Tubarão. “Já trabalhei com pintura, hidráulica, como vigilante. Sei fazer um pouco de tudo. Só preciso de uma oportunidade para voltar a ser visto e poder contribuir com a sociedade”, enfatiza. Vladimir e o amigo passam por dificuldades até para comprar comida e adquirir os materiais para as peças. Quem puder colaborar com cesta básica, roupas ou saiba de vaga de emprego entre em contato pelo fone (48) 99831-8900. Ele também precisa de apoio com os materiais para fazer os barcos, como EVA, madeiras e cola, entre outros.

Fonte: Lysiê Santos / Notisul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: falecom@meusul.com.br

Newsletter