Caminhoneiros protestam em 13 estados contra preço do diesel

Os protestos de caminhoneiros contra o aumento do preço dos combustíveis já resultaram em interdições de rodovias federais em pelo menos 13 estados. Minas Gerais e Bahia são as unidades da federação com maior número de registros. As manifestações foram anunciadas na sexta-feira (18) pela Associação Brasileira de Caminhoneiros (ABCam) e pela Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA).
Em Minas Gerais, de acordo com a PRF, há 13 interdições causadas pelo protesto dos caminhoneiros nas rodovias federais. Seis delas na BR-040 (kms 511; 618; 628; 699; 780 e 808). Há também três pontos da BR-381 (km 513; km 617; km 690). Os demais pontos de interdição estão no km 504 da BR-251 e nos km 368 e km 412 da BR-262.
A PRF contabiliza nove pontos de interdição na Bahia. Dois deles na BR-101 (kms 672 e 920); e outros dois na BR-324 (km 530 e km 430). Há também duas interdições na BR-407 (kms 131 e 230), e na BR-116 (km 338 e km 520); e um na BR-242 (km 875).
Os caminhoneiros interditaram quatro pontos em Goiás. Dois deles na BR-050 (kms 97 e 279); um ponto de interdição no km 10 da BR-040, na altura de Luziânia, e outro no km 699 da BR-153.
No Paraná há registro de manifestações na BR-376 (km 257 e km 502); e em dois pontos da BR-153 (km 43, em Santo Antônio da Platina, e no km 112, em Ibaiti). Segundo a PRF local, nesses pontos há, no máximo, uma faixa interditada. Já a PRF nacional aponta outros três pontos de interdição no Paraná por conta do protesto dos caminhoneiros: dois deles na BR-277 (km 6, altura de Paranaguá; e km340, na altura de Guarapuava). Outra interdição foi reportada na BR 116 (km 67, altura de Campina Grande do Sul). Há também uma interdição em andamento desde o final de semana no km 441 da BR-373. Esta, no entanto, se deve a protestos feitos por indígenas da região de Candoi.
Das duas interdições registradas pela PRF em Mato Grosso, uma foi feita por caminhoneiros (km 392 da BR-364). A segunda interdição, no km 1243 da mesma rodovia, é feita por indígenas. Em Mato Grosso do Sul, há registro de três interdições devido aos protestos (km 365 da BR-267; km 324 e km 478 da BR-163).
Há também um ponto interditado no Ceará (km 419 da BR-020, próximo a Maracanau); dois pontos da BR-101 no Espírito Santo, na altura do km 204 e km 302.
Já no Rio Grande do Sul há dois pontos de interdição feitos por caminhoneiros, na BR-101 (km 22, altura de Três Cachoeiras); e na BR-392 (km 350, na cidade de Santa Maria).
O Rio de Janeiro apresenta três pontos de interdição por conta dos protestos, no km 276 da BR-116, km 255 da BR393 e km 61 da BR-040. Há um outro ponto de interdição em Pernambuco, no km 83 da BR-101.
Há ainda uma interdição no estado do Pará (km 419 da BR-020) e uma no Rio Grande do Norte (km 105 da BR-101)

Fonte: Agência Brasil

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: falecom@meusul.com.br

Newsletter