Caged: BN é destaque na região

Braço do Norte se destacou na geração de empregos na região, em junho, com saldo positivo de 95 empregos a mais com registro em carteira do que demissões. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados ontem. 

O setor da indústria foi o responsável pelo maior número de empregos formais gerados, com saldo positivo de 63 novos postos de trabalho, seguido pelo comércio (27) e serviços (12). 

O resultado positivo de Braço do Norte ganha ainda mais destaque se for comparado a maio, quando o município apresentou resultado negativo, com 13 desligamentos a mais. 

Na região, além de Braço do Norte, outros cinco municípios também apresentaram saldo positivo: Armazém, Grão-Pará, Jaguaruna, Rio Fortuna e São Martinho. 

Na contramão, 11 cidades registraram saldo negativo na geração de empregos formais. Tubarão foi quem teve o pior índice, 47 desligamentos a mais do que admissões, seguida de Orleans, com saldo negativo de 32. Na Cidade Azul, a construção civil foi a responsável pelo maior número de demissões. Em Orleans, a indústria demitiu mais. 

Somados todos os municípios da região, o saldo também foi negativo, de 28 empregos a menos do que admissões. Mas, se comparado a maio, o índice teve grande recuperação, já que o saldo negativo registrado no quinto mês do ano foi de 257 menos vagas formais criadas.

Primeiro semestre é positivo

Porém, no acumulado do semestre, a região apresentou desempenho positivo, com o registro de 1.006 novas vagas de trabalho de janeiro a junho. Tubarão teve 661 empregos a mais do que desempregos. Braço do Norte vem em segundo, com 461 vagas formais a mais do que demissões. O setor de serviços foi quem mais empregou em Tubarão no primeiro semestre e, em Braço do Norte, o destaque de empregos foi para a indústria.

Estado e país têm saldo positivo

O primeiro semestre de 2019 fechou com resultado positivo para Santa Catarina em geração de empregos. De janeiro a junho, o Estado criou 49,8 mil postos de trabalho formais, o melhor resultado do Sul do Brasil para o período. Trata-se ainda do terceiro melhor saldo do país no semestre, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais, os dois Estados mais populosos, segundo dados do Caged. O resultado é 48% maior do que no mesmo período de 2018, quando foram abertas 33,5 mil vagas de emprego. 

Na divisão por setores, a indústria liderou a geração de empregos no semestre, com 29,3 mil vagas criadas. Logo em seguida, aparece o setor de serviços, com 15,4 mil. Completam o quadro a construção (5,9 mil) e a administração pública (5,4 mil). Em relação apenas ao mês de junho, foram criadas 940 vagas em Santa Catarina.

No país, a criação de empregos com carteira assinada também teve saldo positivo em junho, com a criação de 48.436 vagas. No primeiro semestre deste ano, foram criados mais 408.500 postos de trabalho (8.221.237 admissões e 7.812.737 desligamentos), o maior saldo para o período desde 2014 quando foram criadas 588.671 vagas. No mesmo período do ano passado, o saldo foi de 392.461 vagas.

Fonte: Jornal Diário do Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter