Vaias, protestos e mais uma derrota Tricolor

A esperança era grande para a primeira vitória do Criciúma, dentro da Série B, contra o CSA no Estádio Heriberto Hülse, nesta terça-feira, 1.

Porém, os alagoanos vieram para estragar a festa tricolor que saiu derrotado por 3 a 1 sob vaias e protestos da torcida. Desta forma, o Criciúma continua sem ganhar e com 0 pontos na competição. Agravando a crise no HH.

O Jogo

Na primeiro tempo, as duas equipes pouco produziram até os 33 minutos, quando o CSA abriu o placar com Didira. Após receber um passe de Niltinho, na intermediária o meia dominou e soltou o pé. A bola desviou na defesa tricolor e enganou o goleiro Luiz. O Criciúma teve que ir para cima e aos 34 minutos o atacante João Paulo tentou um chute forte de longe, mas a bola foi para fora.

Em seguida, aos 35 minutos Zé Carlos recebeu livre na entrada da área avançou tentou o drible e perde a bola. Aos 40 minutos, Zé Carlos desperdiçou a melhor oportunidade do Tricolor na primeira etapa. Alex Maranhão cruzou na medida para o centroavante que sozinho chutou torto e mandou a bola para fora.

Já no segundo tempo, o Criciúma precisava buscar a vitória e entrou pressionando a equipe do CSA. Logo aos seis minutos, após cobrança de escanteio, Sandro cabeceou e Edinho colocou a mão na bola. Pênalti! Que João Paulo cobrou forte no canto esquerdo do goleiro Cajuru, que chegou a pegar, mas a bola entrou lentamente para dentro gol para o empate Tricolor. Já aos 14 minutos, a bola ia em direção ao goleiro Luiz e Nino foi tentar cortar, mas acabou encobrindo o goleiro tricolor, marcando um gol contra e dando a vantagem no placar novamente para o CSA.

O Criciúma continuou buscando o placar e aos 25 minutos João Paulo soltou uma bomba perigosa de fora da área para a boa defesa do goleiro Cajuru. Após cobrança de falta de Élvis da intermediária, aos 32 minutos, o zagueiro Sandro cabeceou livre para a defesa de Cajuru, que estava bem posicionado. Aos 34 minutos, o lateral esquerdo Marlon, por intenção de chute em Didira, que estava caído acabou expulso.

Mesmo com um a menos, o Tricolor não desistiu e continua a buscar o gol de empate. Porém, não obteve nenhuma chance clara de gol. Já aos 37 minutos, o meia Didira, após lançamento, apareceu livre para encobrir o goleiro Luiz e marcar o terceiro do CSA. Para terminar a desastrosa partida, Zé Carlos, já no banco, também foi expulso de campo pelo árbitro Elmo Resende.

Fonte: DN Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter