Crise financeira pode encerrar atividades

Após 22 anos de funcionamento, a Casa de Repouso Imaculada Conceição, na Vila Santo Antonio, em Imbituba, corre o risco de encerrar suas atividades. A entidade enfrenta uma grave crise financeira e, apesar da promoção de diversas ações voluntárias, como bingos, lanches, carreteiros, rifas e feijoadas, ainda não foi possível arrecadar o valor necessário para pagar os funcionários. “No momento não queremos tirar o idoso daqui, ou demitir funcionários, jamais! Vamos tentar fazer campanhas e arrecadar fundos. Se não conseguirmos não vai ser nada fácil”, alerta a voluntária e secretária do abrigo, Maria Rosa.

A tesoureira do local explica que o fim do ano é sempre o mais difícil, pois tem o pagamento do décimo terceiro de todos os funcionários. “Nunca atrasamos os salários. Quando chega uma época dessas, a gente entra em pânico. Até dia 30 temos que pagar parte do 13°, dia 4 é o pagamento mensal, depois a segunda parcela do 13° logo em seguida o pagamento de janeiro. Chegou o momento de tentar de tudo, se não conseguirmos ajuda, vamos ter que tomar medidas extremas”, lamenta a tesoureira.

A casa de repouso funciona 24 horas por dia e conta com 17 funcionários contratados. A receita chega em torno de R$ 36 mil provenientes de contribuições dos idosos, de imbitubenses, de ações voluntárias e repasse da Polícia Militar de Imbituba. Contudo, a instituição possui despesas fixas com alimentação, remédios, roupas de cama, salário dos funcionários, entre outras questões que ultrapassam os R$ 50 mil.


Entidade busca apoio para continuar o atendimento social
A demonstração de amor diária dos voluntários que correm atrás de recursos para conseguir manter a casa, que apesar de já ter mais de 22 anos de funcionamento, está sempre realizando melhorias na edificação para se adaptar a novas regras, é plausível de muitos aplausos! “Este trabalho é diferenciado, exige muito de nós. Aqui temos que estar todos os dias bem e a gente sempre lutou para que a casa não caia e que continue com o nível de qualidade, pois existem leis que fiscalizam”, alerta a presidente da instituição, Ivone Lopes, que junto aos demais funcionários e voluntários buscam recursos para a manutenção das atividades.

A entidade recebeu uma verba específica para reforma e que será usada na pintura, feita por voluntários. Ela explica que o dinheiro é destinado e não pode ser investido em outra despesa, como o pagamento dos funcionários. “Gostaria de aproveitar que muitos estão voltados para nossos idosos e pedir ajuda. Precisamos de doações fixas para a Casa, que podem ser em um valor pequeno na conta de luz. Se todos ajudarem, este valor se torna grande e nossa casa vai poder continuar acolhendo esses idosos”, enfatiza a presidente.
Os interessados em ajudar a instituição podem realizar doações por meio da conta corrente 79209-8, agência 1408-7, Banco do Brasil. 

Fonte: Notisul

Imagem: Suzana Gil

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter