Programa planeja grandes mudanças em Braço do Norte

O Programa de Desenvolvimento Econômico Local (DEL), criado pela Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), institui um modelo de gestão capaz de contribuir para o crescimento da região, garantindo a continuidade dos projetos de interesse da comunidade, em prol do progresso econômico sustentável do município. No DEL, parceiros públicos, o setor empresarial e atores não governamentais trabalham para melhorar as condições de crescimento da economia e da geração de emprego. E é isto que um grupo de voluntários tem feito em Braço do Norte. 

O processo de implantação do programa teve início em dezembro de 2015, pioneiro como o de mais rápida realização no Estado. “Nunca antes na história do projeto uma associação tinha conseguido, em pouquíssimo tempo, o apoio de tantas entidades e a aprovação de lei de criação do Conselho”, destaca o consultor Regional Sul da Facisc, Giovane Pereira.      
    
Durante o primeiro ano de implantação, o projeto iniciou com a entrevista de 90 pessoas, que apontaram pontos positivos e negativos da cidade. Em seguida, foi criado o Conselho de Caráter Consultivo e Deliberativo, formado por 31 membros voluntários de diversos setores. O grupo elencou oito prioridades formando câmaras técnicas para projetar ações em determinadas áreas, envolvendo 80 profissionais qualificados e mais de 200 pessoas.

“A grande conquista do DEL neste ano foi a conexão de todas as entidades do município com os poderes públicos constituídos. Inclusive com outros desdobramentos, como a reativação de alguns conselhos municipais que estavam parados e a realização de ações paralelas ao DEL”, ressalta o consultor da Facisc.


Primeiro Seminário do DEL apresentará série de ações
O programa, durante o ano, teve nove projetos aprovados e elaborou 15 para curto prazo, 22 para médio prazo e 12 para longo prazo. Com o intuito de aumentar a participação da sociedade e apresentar os primeiros resultados, o Conselho promoverá um seminário em março de 2017.
“O seminário deve “colocar o DEL na rua” para que toda a população tenha conhecimento do que está ocorrendo e das transformações que o projeto têm provocado e irá provocar no município nos próximos 20 anos”, enfatiza o consultor da Facisc, Giovane Pereira.


Vários municípios da região já aderiram ao programa
Os resultados do envolvimento do poder público e sociedade civil são reflexos de um trabalho coletivo e colaborativo, aparecendo na forma do desenvolvimento local e sustentável. Os municípios da região da Amurel têm observado Braço do Norte como cidade pioneira na implantação do programa e também estão aderindo ao mesmo.
Segundo a Facisc, Garopaba já incluiu o projeto no Orçamento da prefeitura para 2017, Imbituba, Jaguaruna e Tubarão estão com o compromisso dos futuros prefeitos para apresentação da lei de criação do Conselho no início dos mandatos, Laguna já está com a lei em tramitação na Câmara de Vereadores e São Ludgero também demonstrou interesse em iniciar o projeto em 2017.


Empresários apostam na integração entre poder público e sociedade
A Associação Empresarial do Vale de Braço do Norte (Acivale) foi a precursora na implantação do programa e sediou todas as reuniões do conselho e das câmaras técnicas.
Para o presidente da Associação, Roberto Michels, o Del tem promovido o engajamento da sociedade em parceria com o poder executivo na promoção do desenvolvimento local. “Durante este primeiro ano, conhecemos os reais problemas da cidade e encontramos pessoas que realmente se preocupam com o coletivo”, afirma. Roberto participou da comitiva de empresários e prefeitos que visitaram o berço do desenvolvimento do Del na cidade de Essen, na Alemanha, e se surpreenderam com a organização da sociedade civil. “Lá, o Del faz parte da cultura da população que não espera apenas por ações do poder executivo e legislativo. Essa é a grande diferença. Devemos sair da situação de meros cobradores de ações políticas para colaboradores”, sugere. Ele complementa que a expectativa para o próximo ano é dar continuidade aos projetos e buscar o engajamento da sociedade.
“Com a fase de implantação realizada com a consultoria da Facisc, o grande desafio de 2017 é a consolidação do processo que agora tem toda a sua metodologia de trabalho pertencente a Braço do Norte”, destaca. 

Presidente da Acivale, Roberto Michels, apoia o desenvolvimento do programa, o qual planeja a cidade para os próximos 20 anos

Fonte: Notisul

 

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter