Morte traz à tona riscos de beber antes de entrar no mar

A primeira morte por afogamento da temporada na região foi registrada neste fim de semana, na praia de Itapirubá, em Imbituba. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima, um homem de 34 anos, estava alcoolizada quando decidiu mergulhar. O caso acende o alerta sobre os perigos de entrar no mar depois de ingerir bebidas alcoólicas.

“Aliar álcool e banho de mar, rio ou lagoa é uma das principais causas de afogamento em adultos e a principal de causa de morte fora de local supervisionado”, afirma o subtenente do Corpo de Bombeiros de Laguna, Sandro Luis Batista Soares, que coordena as operações de guarda-vidas na praia do Mar Grosso.

Segundo Soares, no mesmo dia em que o homem morreu em Itapirubá, outras duas mortes poderiam ter ocorrido por conta de uso de bebida alcoólica. “Pai e filho, ambos alcoolizados, quase se afogaram na Praia do Sol, em Laguna. Por sorte um popular conseguiu resgatá-los, do contrário seriam mais duas vítimas fatais”, comenta.

O subtenente argumenta que o risco é grande porque, além de ter diminuição dos reflexos do corpo, as pessoas que decidem mergulhar depois de ingerir álcool acabam perdendo a noção do perigo. Quando estão no mar, avançam para o fundo sem se dar conta e colocam a vida em risco.


Principal orientação é procurar local com guarda-vidas

Além de não beber antes de mergulhar, a recomendação mais importante para os banhistas é procurar sempre um lugar próximo aos postos de guarda-vidas. “Claro que o ideal seria que todo lugar tivesse um posto, mas isso é humanamente impossível. Então, o mais seguro a se fazer é mergulhar em um local onde haja supervisão”, reforça o subtenente.

Soares também ressalta a importância de obedecer à sinalização nas praias. Segundo ele, as pessoas costumam negligenciar os alertas de perigo. “Se a gente colocou uma bandeira vermelha, por exemplo, é porque aquela área é de fato extremamente perigosa e o banhista precisa evitar”, orienta.

Outra orientação é em relação ao cuidado com os pequenos. Pais ou responsáveis devem ficar atentos, pois um momento de distração pode ser o suficiente para que a criança seja levada pelo mar.

Especificamente sobre a praia do Mar Grosso, um dos destinos mais procurados da região, o subtenente Soares destaca o cuidado especial na faixa em frente à Praça do Vila. “Aquele é um dos pontos mais perigosos, onde se forma uma corrente de retorno bem grande”, destaca.

 

 

 

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter