Manifestação: reforma da Previdência é questionada

Diversas pessoas participaram de uma grande manifestação realizada ontem em Tubarão, em frente ao INSS, no calçadão. O movimento foi um ato de repúdio de trabalhadores e sindicalistas à reforma proposta pelo governo de Michel Temer para a Previdência Social. 

A reforma tem diversos pontos polêmicos e considerados radicais, como a fixação da idade mínima para aposentadoria em 65 anos – com o fim do fator previdenciário – e o tempo de contribuição de 49 anos para quem deseja receber o teto salarial. 

Ontem, um dos pontos mais discutidos, porém, foi a questão do aumento da idade mínima em cinco anos para as mulheres – passando de 60 para 65 anos. “Isso desconsidera o fato de que nós somos mães, muitas vezes sozinhas, de que temos dupla ou tripla jornada com os afazeres da casa e da criação dos filhos. Considero um retrocesso a reforma como um todo. É algo inviável, é radical demais e não considera em nada a realidade do povo brasileiro”, opina Mariana de Oliveira, professora. 

As entidades que representam os trabalhadores organizaram o ato, que ocorreu durante toda a tarde no calçadão da cidade, em frente ao INSS. Os manifestantes realizaram distribuição de materiais e esclarecimentos sobre a reforma. 

O Sinte, que representa os professores estaduais, também realizou assembleia para debater a reforma da Previdência e a perda de direitos dos trabalhadores.

Fonte: Diiário do Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter