Moradores denunciam abandono de animais (VÍDEO)

Quem nunca teve um cachorro, levante a mão!  O melhor amigo do homem tem espaço em grande parte dos lares e também na sociedade, seja atuando junto à polícia no combate ao crime, ou auxiliando deficientes visuais. O que muita gente esquece, no entanto, é que animais exigem cuidados, como castração, vacinação e alimentação, além de todo carinho que o dono pode oferecer. Quando uma dessas coisas se torna um problema, infelizmente, algumas pessoas acabam optando pelo abandono dos animais.

Moradores de comunidades rurais, como a Uruguaia, em Braço do norte, têm denunciado o abandono de animais, o qual se tornou frequente. Mas, medidas estão sendo tomadas e ações como essas estão sendo denunciadas à polícia.

Em Braço do Norte, algumas ações de proteção animal merecem destaque, como a realizada pela voluntária Gorete que, inclusive, já foi tema de matéria da MeuSUL. A voluntária tem um canil em sua própria casa, com cerca de 40 cachorros e realiza um trabalho de conscientização em relação à adoção. Outro projeto é o Ajude um Animal de Rua que, através de doações, instalou casinhas em pontos estratégicos da cidade, além de promover, mensalmente, feiras para adoção. Após se tornar pauta na Câmara de Vereadores, o Poder Executivo está promovendo a castração e a microchipagem dos animais de rua de Braço do Norte.

O projeto, inédito no município, é uma realização da Secretaria de Agricultura, Hospital Universitário do Centro Universitário Barriga Verde – Unibave e ONG Adote um Animal de Rua de Braço do Norte. De acordo com o prefeito, Roberto Kuerten Marcelino, o Beto, a administração municipal está atendendo mais uma reivindicação de muitos anos da comunidade. “Em 2017, como teste, será realizada a castração e microchipagem em 60 animais, e terá continuidade nos demais anos. Esse é mais um pedido de extrema necessidade da população, o qual também é questão de saúde pública. Mas o principal objetivo é cuidar dos nossos animais que realmente merecem muito carinho”, explica o prefeito.

Quem tiver interesse em entrar na fila de espera para fazer a castração e a microchipagem do seu animal, deve entrar em contato com a Secretaria de Agricultura do município. O projeto, inicialmente, irá contemplar pessoas de baixa renda, por isso é necessário apresentar o cartão cidadão para o preenchimento do cadastro, que será realizado no período vespertino. ”Nesse primeiro momento estamos levando animais da ONG Adote um Animal de Rua e na semana que vem levaremos mais 15 animais, também da ONG. Nas outras duas semanas, pra completar 60 animais, vamos levar os cadastros realizados nas duas primeiras semanas na Secretaria de Agricultura”, afirma o secretário de agricultura, Adir Engel. Os cuidados pós-operatórios da castração e microchipagem são de responsabilidade do proprietário do animal.

Fonte: MeuSUL

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter