Passarela: recursos estão em fase de análise

Seguem em fase de análise os recursos apresentados pelas duas empresas interessadas no processo de licitação para a obra de construção da passarela de concreto em frente à Unisul, em Tubarão. Elas foram inabilitadas pelo Departamento de Compras e Licitações da secretaria de Gestão da prefeitura, na última apresentação das propostas, há cerca de 10 dias.  

A Araújo Construções e a TEC – Técnica de Engenharia Catarinense se mostraram interessadas em participar do processo. Ambas apresentaram toda a documentação exigida pelo edital há uma semana, no dia 15 de janeiro. Mas uma dúvida relacionada ao atestado de capacidade das empresas fez com que a primeira sessão precisasse ser suspensa. 

Elas voltaram a se reunir com a prefeitura para apresentar um resumo do acervo técnico, relacionado à questão de estaqueamento, em anexo aos atestados do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Crea). Mas, segundo a prefeitura, as empresas foram inabilitadas. 

“As documentações complementares que tinham ficado pendentes não foram consideradas suficientes pela nossa engenharia após a análise dos documentos. Por isso, tivemos que abrir o período de recursos, para que as empresas possam se manifestar”, explicou o gerente de gestão, Darlan Mendes.

Segundo Darlan, esta semana os engenheiros estão analisando e depois será enviado para o jurídico. A intenção é concluir esta etapa até o final da semana. “Caso este recurso seja revertido em relação à decisão da comissão, marca-se uma nova sessão tornando uma ou as duas empresas habilitadas e marca-se uma data para abertura das propostas de preço. Caso nenhuma das duas consiga reverter a decisão de inabilitação, o processo se encerra”, diz.

 

VALOR DA OBRA

O valor global da obra está orçado em R$ 3.660.154,72. O município tem assegurado, desde 2016, mais de R$ 700 mil disponibilizados pela Defesa Civil nacional, em virtude dos fortes ventos que atingiram a cidade e destruíram a ponte pênsil naquele ano. Ainda de acordo com a prefeitura de Tubarão, o restante do dinheiro virá de recursos próprios do município. No primeiro semestre do ano passado, outro processo de licitação para a construção de uma passarela de concreto em frente à Unisul foi cancelado.

Fonte: Jornal Diário do Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter