Primeira fase de obras prevista para terminar em maio

Atualmente, 15 frentes de trabalho da Tubarão Saneamento estão espalhadas pela cidade para a realização das obras de implantação do Sistema de Coleta e Tratamento de Esgoto. A primeira etapa, cujo investimento é de R$ 58 milhões, irá beneficiar cinco mil famílias dos bairros Centro, Recife e Vila Moema. 

Ao término dessa fase, previsto para maio, os proprietários de residências nestas localidades serão informados sobre como devem fazer a conexão com a rede. “A ligação entre a casa e a rede é de responsabilidade do proprietário, que terá um prazo para isso. Independentemente de fazer ou não, será cobrado do mesmo jeito. Aliás, o dono da casa ainda corre o risco de responder por crime ambiental, caso não faça a ligação, já que teremos fiscalização”, explica o diretor da concessionária, Paulo Eduardo Canalles. 

A taxa, que já será cobrada ao fim da primeira fase aos moradores da região abrangida, será de 100% (água e esgoto). “Hoje, a tarifa mínima residencial de água é de R$ 29,90 por dez metros cúbicos, uma das mais baixas de Santa Catarina. Assim, a tarifa mínima de água mais esgoto seria de R$ 59,80 para cada dez metros cúbicos de água tratada e dez de esgoto coletado e tratado”, explica. 

Segundo o engenheiro de obras da concessionária, Leonardo Figueiredo, um dos questionamentos da população é quanto às ruas de uma mesma localidade serem fechadas para obras simultaneamente. “As ruas não são escolhidas de forma aleatória. Temos que seguir uma sequência, porque se, por ventura, encontrarmos uma intervenção naquele trecho, conseguimos arrumar”, ressalta.

Para a realização das obras, conta Leonardo, foi feito todo um planejamento junto à prefeitura, para estabelecer rotas alternativas. Além disso, o período de reaterro da vala e a repavimentação é de cerca de dez dias. “Isso minimiza os problemas de recalque do pavimento, após a liberação do tráfego na pista. Claro que este prazo pode sofrer alterações, devido a fatores climáticos, volume de asfalto, desimpedimento total das vias, entre outros”.

As intervenções no Centro e arredores devem durar mais dois ou três meses. A primeira etapa contempla uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), estações elevatórias de esgoto e 30 mil metros de rede.


Sobre possível reajuste de água

A declaração do superintendente geral da Agência Reguladora de Saneamento de Tubarão (AGR), Michel Szymanski, sobre o possível valor de reajuste da tarifa de água, gerou preocupação após ter afirmado que não haverá o aumento na conta do tubaronense. Em outra oportunidade, houve divergência sobre a data-base (agosto/2011) do contrato, necessitando ser judicializado pela concessionária, em virtude da inflexão da AGR, e, posteriormente, foi reconhecido em primeira e segunda instância o mérito favorável à Tubarão Saneamento. De acordo com a diretoria, o efeito de uma decisão equivocada, hoje, fica mais caro no futuro, e o benefício de baixar a tarifa é ilusório e temporal. “O valor, caindo agora, pode voltar maior, num futuro próximo, caso a concessionária reverta, judicialmente, como já ocorreu”, relata.

Fonte: Jornal Diário do Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter