Denúncia anônima no MP tenta barrar segunda ponte

Quando a população de São Ludgero já comemorava a conquista da construção da segunda ponte no município, uma denúncia feita no Ministério Público de Santa Catarina tenta barrar o início da obra. 

A denúncia foi feita de forma anônima, portanto, não há como identificar o autor. O denunciante alega que tanto a licitação que elegeu a empresa responsável pela elaboração do projeto executivo da obra, quanto a que definiu a construtora responsável pela execução do projeto teria sido supostamente direcionada.

Para embasar a denúncia, o argumento é de que, no caso da elaboração do projeto executivo, todas as empresas participantes do processo licitatório eram da cidade de Chapecó “o que causou muita desconfiança, pois na nossa região e na região de Florianópolis tem várias empresas que poderiam responder pelo serviço”, argumenta o autor.

Ainda segundo a denúncia, outro fato que gera indícios de direcionamento é de que os valores das propostas das três participantes do processo eram “muito próximos”. “É muita coincidência os valores serem tão próximos. Uma não poderia saber da outra (…) É certo que é carta marcada, que é um conluio de empresas e o prefeito”, diz trecho do documento.

Vitória da Fraga também é questionada

Uma suposta sociedade entre o prefeito Volnei Weber e o dono da Fraga Construções na compra de um terreno na estrada geral da Ponte Baixa é utilizada pelo autor da denúncia para questionar a legitimidade da escolha da empresa para realizar a construção da ponte. Além disso, segundo o denunciante, a Fraga é “conhecida da empresa que fez os projetos”.

No trecho final da denúncia, o autor pondera: “Por tudo isso e muitas outras coisas (sic), peço urgentemente que tome providência, pois é muito dinheiro do povo posto em jogo e mais, é o prefeito fazendo isso para se promover pois é candidato a reeleição (sic). Acredito que devemos por tudo isso em pratos limpos, nem que leve mais uns anos para construir esta ponte já que se esperou tanto”, finaliza.

O que diz a administração municipal

Procurado pela reportagem, o secretário Rodrigo Pavei se mostrou revoltado com a denúncia.

“É lastimável, sentimento de profunda tristeza. Em uma época na qual a sociedade evolui intelectualmente e com independência política, saber que ainda existem pessoas que lutam contra o desenvolvimento e progresso de São Ludgero. O povo de São Ludgero não merece ser alvo de represálias e de ter seus sonhos interrompidos por seres que vivem no anonimato propagando inverdades e denúncias caluniosas contra a Administração Municipal”, argumenta o secretário.

Sobre a denúncia, o secretário afirma que “no que diz respeito à denúncia, a Administração repudia veementemente, pois não passa de uma acusação infundada e inverídica, com fins eminentemente de atingir a pessoa do Prefeito. Todo o procedimento licitatório respeitou os mais “comezinhos” princípios do direito e da Lei de Licitações. Temos de agradecer a atuação do Ministério Público de nossa Comarca que colabora para moralização da política, temos certeza que nesse caso não será diferente”, esclarece.

Ainda segundo Pavei, durante os últimos três anos e meio de governo, a gestão Volnei Weber tem trabalhado em prol da coletividade sobre os pilares da legalidade, moralidade e transparência pública, e assim será até 31 de dezembro de 2016.

“Depois de uma densa caminhada para conquista de um sonho e início da construção da segunda ponte, tenho certeza que não será um cidadão anônimo, o qual se veste às escuras da sociedade, que cala seu verdadeiro nome, que fará a Administração Municipal parar de trabalhar pela busca do bem comum para o povo sãoludgerense”, finaliza.

Fonte: Portal Destaque Online.

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter