Pesca de emalhe anilhado em SC pode capturar até 1.196 toneladas de tainha, determina Ministério da Agricultura

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) estabeleceu que 1.196 toneladas é a cota máxima para a captura da tainha para a frota de emalhe anilhado em Santa Catarina. As Instruções Normativas foram publicadas nesta quinta-feira, 9, no Diário Oficial da União.

Para a frota de cerco ou traineira, a cota máxima é de 1.592 toneladas nas regiões Sudeste e Sul. O documento também define que a cota desta frota será dividida igualitariamente entre as embarcações pesqueiras permissionadas.

A captura de outras modalidades de pesca não está sujeita aos limites da cota de captura da tainha. A reportagem tentou contato com Sindicato dos Armadores e das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região (Sindipi) para a posição dos pescadores com relação as cotas, sem resposta até esta publicação.

Datas de pesca

A pesca da tainha começou em 1º de maio e vai até 31 de dezembro nas modalidades desembarcadas ou não motorizadas.

Para a modalidade cerco ou traineira, a pesca ocorre entre 1° de junho e 31 de julho. Já para emalhe costeiro de superfície que não utilize anilhas, até 10 toneladas de Arqueação Bruta (AB), ocorre entre 15 de maio e 15 de outubro.

Já as acima de 10 AB, entre 15 de maio e 31 de julho. Para modalidades de emalhe anilhado, entre 15 de maio e 31 de julho.

 

Fonte: G1

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter