Mais de 160 venezuelanos chegam a SC para trabalhar em agroindústrias no Oeste

Um grupo de 167 venezuelanos deve começar a trabalhar em agroindústrias no Oeste catarinense. Na segunda-feira (27), 81 pessoas chegaram em Chapecó. Na quarta-feira (29), a previsão é que mais 85 venezuelanos se mudem para Santa Catarina.

Dos imigrantes que chegaram na segunda, 61 vão morar em Chapecó e 20 foram pra Itapiranga, cidade da mesma região. Na quarta-feira, os novos moradores devem chegar ao aeroporto de Chapecó às 16h.

O translado foi feito pela Força Aérea Brasileira (FAB) até o aeroporto de Chapecó. A maioria das pessoas já vivia no Brasil, há cerca de um ano, em Roraima. Os locais de trabalho serão agroindústrias de Chapecó, Itapiranga e Guatambú.

Conforme a voluntária Juliana Subini, que está prestando serviço ao Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) em Chapecó, a comunidade auxiliou com doações para o grupo de imigrantes.

"A gente promoveu apoio através de uma doação de parceiros, para garantia de itens, beliches e colchões, e apoio de bolsa de subsistência para alguns casos que foram necessários, para que as pessoas consigam viver o primeiro mês antes de receber o primeiro salário", disse a voluntária.

Todo o acompanhamento dos migrantes é feito pelo Exército e voluntários da ONU. A ação humanitária também envolve a igreja católica, que busca locais de moradia, a Polícia Federal e o Ministério do Trabalho, que promovem a regularização, e as agroindústrias.

Os venezuelanos devem trabalhar nas unidades industriais da Cooperativa Central Aurora Alimentos de Chapecó e Guatambu, bem como na JBS de Itapiranga. Eles terão treinamento para atuar nas áreas de produção e apoio.

Somente na Aurora, que há quatro anos recebe imigrantes, são 1,4 mil funcionários entre haitianos e senegaleses. "A gente tem um pouco de olhar diferenciado no acolhimento destas pessoas, que são estrangeiros, que vem sem nenhuma referência, estão fora de casa. A gente precisa fazer que eles se sintam um pouco perto de casa, para atender suas necessidade, não só as necessidades da empresa", disse Nelson Rossi, gerente de gestão de pessoas da empresa.

Fonte: G1

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter