Reencontro de Iara é marcado por emoção

O dia 6 de junho de 2019 jamais será esquecido pela família da pequena Iara Nogareti, de dois anos. Após 21h de desespero, angústia e buscas incansáveis, a menina está desde a manhã de ontem junto aos pais Jorjana e Eduardo.

A criança desapareceu do sítio onde mora, no bairro São Tomás, em Imaruí, na tarde de quarta-feira.  Iara foi encontrada pelo capitão Marcos Leandro Marques, do Corpo de Bombeiros de Tubarão, caminhando por uma estrada, próximo à uma ponte e ao local do desaparecimento, junto com o cachorro de estimação. A menina estava com algumas picadas de inseto, mas bem, conforme os bombeiros. 

Quando Iara desapareceu, por volta das 13h45 de quarta-feira, estava acompanhada de dois cães, sendo que um voltou para a casa da família por volta das 5h de ontem. Segundo a corporação, a criança estava em um carro dentro do sítio dos pais quando desapareceu. Desde então, um posto de comando, onde são traçadas as estratégias de atuação, foi instalado na casa da família até que Iara fosse encontrada. 

Logo após receber a filha nos braços, Jorjana agradeceu o empenho e apoio dos envolvidos. “Obrigada a todos que não desistiram de buscar minha filha. Ela está bem. É uma menina muito forte. Agradeço a todos de coração e pela vida dela. A todos que passaram a noite com a gente, muito obrigada. Agora é só alegria”, diz a mãe. 

O pai, o sargento Eduardo Nogareti, que trabalha no Corpo de Bombeiros de Armazém, no momento em que a filha foi encontrada, estava na delegacia de Imaruí prestando depoimento. Após o reencontro, também não escondeu a emoção. “Agradeço a Deus e ao apoio de todos que estiveram envolvidos”, relatou o pai.

 

Família irá reforçar segurança

De acordo com o amigo da família, o repórter Sérgio Guimarães, eles não têm planos de deixar o local onde moram. “O que vão providenciar agora é mais segurança para a casa onde residem e, principalmente, no portão de acesso à residência. Isso não só por conta da Iara, como também do filho Ravi”, fala Sérgio.

 

“Achar Iara já valeu toda a minha vida”, fala Marques

Se para a família de Iara o dia de ontem não será esquecido, para o capitão Marques a data é um marco. Bombeiro há 13 anos, atualmente lotado em Tubarão, Marques foi para o sítio onde Iara mora com a família às 7h de ontem. Lá, foi para revezar o trabalho com a equipe que deu início às buscas à menina. 

Contudo, para ele, a angústia do desaparecimento teve início ainda na quarta-feira. “Quando se aproximou a noite fria que fez ontem, só lembrava dela. Sabe fé? Foi o que tive. Pedi muito a Deus que ela fosse encontrada bem. Ao chegar no sítio, algo me dizia para ir para o local onde a encontrei, mesmo que a equipe já tivesse passado por lá dezenas de vezes. Então, fui sozinho, com a autorização do comando. Quando de longe a vi, chorando, com o cachorro do lado, não acreditei”, relata o bombeiro. 

Marques conta que, assim que se aproximou, Iara chamou o pai. “Não conseguia gritar para chamar pela equipe. A emoção era demais. A peguei no colo e corri em direção dos que estavam na casa. Ao entregá-la para mãe, foi uma emoção que não tem como explicar. Sou pai de uma criança e isso me marcou demais”, fala o bombeiro. 

Iara foi encontrada por volta das 10h45 de ontem, pelo capitão Marques, próximo à uma ponte que fica a 200 metros da casa da família. “Este resgate já valeu toda a minha vida”, emociona-se o bombeiro.

Antes mesmo do reencontro de Iara, a Polícia Civil buscava um desfecho para o sumiço, contando com apoio da PM, que realizava barreiras pela região. De acordo com o delegado regional de Laguna, Raphael Giordani, há mais de uma linha de investigação para o caso. “Antemão, preferimos resguardar as informações, para não atrapalhar o trabalho. Porém, adianto que nenhuma hipótese está descartada”, informa o delegado.

Dentre as situações que chamaram a atenção da polícia, foi o fato de Iara ser encontrada tão próxima de casa, num local onde já haviam sido feitas buscas diversas vezes. “Além disso, a menina, apesar de estar picada por insetos, não estava com as roupas molhadas, característica de quem teria passado a noite na mata, em local ermo e frio. Já estamos com a investigação adiantada”, antecipa o delegado. O caso está sob responsabilidade da delegada Patrícia Fronza, com quem o DS não conseguiu contato ontem.

 

Jurema ficou com Iara durante as 21h

Adotada pela família de Iara há alguns meses, a vira-lata, chamada carinhosamente de Jurema, esteve com a menina durante as 21h do desaparecimento. De acordo com o capitão Marques, o cão estava ao lado direito da menina quando ela foi encontrada. “Sem dúvida, ela foi um anjo que cuidou da Iara”, fala o bombeiro. Antes de ser adotada, Jurema foi abandonada nas ruas, resgatada por uma voluntária e doada à família.

 

Buscas mobilizaram o Estado

As buscas por Iara mobilizaram dezenas de bombeiros, policiais militares e civis, além da comunidade. Por mais de 20h, mais de 100 bombeiros, de serviço e de folga, atuaram para reencontrar a menina. Os trabalhos seguiram de forma ininterrupta com  drones, o helicóptero Arcanjo 01 e da Polícia Civil, mergulhadores e ainda os cães de busca Bravo e Zaara, além do canil de Braço do Norte.

No local, foram realizadas buscas no terreno e buscas subaquáticas nos poços da localidade, inclusive no período noturno. Toda a operação envolveu cerca de 110 bombeiros militares e comunitários com 29 viaturas, policiais militares, cinotécnicos, policiais civis e moradores da região.

De acordo com o comando do Corpo de Bombeiros, a ocorrência foi bastante complexa, em virtude do terreno acidentado com aclives e declives, quedas d’água e vegetação densa. Ademais, grande parte das buscas foi realizada no período noturno, com auxílio de lanternas, câmera térmica e equipamentos de mergulho. Após o reencontro de Iara, todos os presentes não contiveram a emoção.

Fonte: Jornal Diário do Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter