Greve dos Correios dura menos de 24 h

Durou menos de 24 horas a greve dos Correios em Santa Catarina. A paralisação foi decidida em assembleia na noite de quarta-feira no auditório da Federação dos Trabalhadores da Agricultura (Fataesc), em São José, mas no fim da tarde de ontem os representantes da categoria decidiram manter os serviços em meio às negociações.

 

De acordo com a estatal, 98,6% dos trabalhadores não haviam aderido à paralisação. Os sindicatos que aceitaram a proposta eram dos Estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Tocantins, além das cidades de Santos (SP), Bauru (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Juiz de Fora (MG), Uberaba (MG) e região metropolitana de São Paulo.

 

Os sindicatos da Paraíba e dos municípios de Santa Maria (RS), São José do Rio Preto (SP) e Vale do Paraíba (SP) rejeitaram a proposta, mas não chegaram a entrar em greve, segundo os Correios.

 

Em Santa Catarina a paralisação chegou a ser deflagrada. A justificativa do Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos e Similares de Santa Catarina (Sintect) era de que a categoria vinha sofrendo com as alterações no plano de saúde, que perdeu sua característica social, assim como o próprio correio, que teve sua organização administrativa fatiada, abrindo caminho para a privatização do serviço público.

 

“A proposta da ECT resgata a gratificação do Acordo Coletivo de 2014/2015, o qual a empresa até hoje não cumpriu, como é o caso da GIP [Gratificação de Incorporação]. A matemática dos técnicos da empresa para o reajuste salarial e dos benefícios tenta iludir o trabalhador, sendo que ela sugere conceder 6% de reajuste retroativo a agosto de 2016 e os outros 3% somente em fevereiro de 2017”, disse Gilson Vieira, secretário-geral do Sintect/SC, no início da greve-relâmpago.

Fonte: Diário do Sul

Imagem: Marcelo Becker/DS

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter