Um novo Mercado Público com nova vista

O pôr do sol no Centro Histórico de Laguna nunca mais será o mesmo depois da inauguração do Mercado Público revitalizado, prevista para o próximo 6 de dezembro. A cidade vai ter um atrativo turístico diversificado. A obra total custará R$ 5.667.898,74, com recursos do BNDES, através da lei Rouanet e do governo municipal.

O prédio foi erguido na década de 50 na beira da lagoa Santo Antônio dos Anjos. O pôr do sol costuma ocorrer entre os morros da Antena, no distrito do Ribeirão Pequeno, proporcionando um visual colorido no reflexo da água. 

Quem estiver no Mercado Público terá dois decks para acompanhar o espetáculo, saborear gastronomia local, comprar frutas, verduras, peixe e artesanato. O espaço terá 90 metros de comprimento com 12 metros de avanço para a lagoa Santo Antônio, ao lado das docas, e seis metros no lado direito.

A presidente da Fundação Lagunense de Cultura, Mirella Honoratto, valoriza a identificação do povo lagunense com o mercado. “A requalificação do Mercado Público é importante porque representa espaço de sociabilidade. O nosso mercado faz parte da história da cidade. A comunidade estava desacretitada. Receber de volta o espaço está relacionado com a autoestima da população. Por isso, ele se tornou tão importante para todos nós”, disse.

O projeto de restauro da edificação foi elaborado em 2010 e 2011 pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Nacional (Iphan), com auxílio de técnicos da prefeitura, na época. A obra iniciou em 2014, por problemas judiciais parou em 2015, retornando este ano.

Vinte boxes serão licitados

A secretária da Fazenda e Administração, Luciana Pereira, esclarece que o edital para as licitações dos boxes está sendo estudado por uma comissão. A expectativa é lançar nos próximos meses. “Precisamos manter a essência do mercado, observar bem as suas características e a realidade de Laguna”, afirmou o prefeito Mauro Candemil.

A arquiteta Ana Paula Citadin, do escritório do Iphan de Laguna, enfatizou sobre a pesquisa histórica levantada da ocupação do mercado, voltado para cultura local, como verdureiras, açougues, floriculturas, peixarias, artesanatos e lanches.

Serão aproximadamente 20 boxes licitados. Além de pagar a concessão, será cobrado o aluguel mensal do espaço. Também haverá área para exposições e atrações culturais.

Fonte: Jornal Diário do Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter