Mais de 75 mil unidades consumidoras ainda estão sem energia elétrica

Equipes das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) e cooperativas de eletrificação continuam na manhã desta segunda-feira (17) o trabalho de reestruturação das redes de energia elétricas nas cidades da região de Tubarão e Criciúma. São 78,5 mil unidades consumidoras (casas e empresas) sem energia até o momento.

O situação mais grave compreende a região de Tubarão. Deste montante, 72,5 mil unidades afetadas. “Estamos com seis subestações afetadas. Estamos com 15 equipes desde a tarde de ontem (domingo) na rua trabalhando. São arvores caídas sobre as redes, cabeamento no chão e postes caídos. A previsão é que o fornecimento seja reestabelecido na sua totalidade somente na madrugada de terça-feira. Apenas 20% de toda a rede foi reestabelecida”, ressalta o gerente da divisão técnica da Celesc em Tubarão, Claudionor Souza Santos.

Orleans está completamente sem energia desde às 16h17 deste domingo (16). A previsão é que o fornecimento seja reestabelecido até o meio dia de hoje.

Conforme Cluadionor, as cidades de São Ludgero, Braço do Norte, Grão Pará, São Martinho, Armazém, São Bonifácio também estão com as redes danificadas e com localidades sem energia.

Já na região de Laguna e Imbituba a situação é semelhante. Em Jaguaruna, o fornecimento foi reestabelecido ainda na madrugada desta segunda-feira. Em Treze de Maio, parte da cidade está sem energia.

Lauro Müller e região Sul

Já nas regiões carbonífera (Amrec) e extremo sul catarinense (Amesc), são seis mil unidades consumidoras sem energia até o momento.

Conforme o Gerente Regional da Celesc, Enaldo dos Santos, estão mobilizados 24 veículos e 65 homens deste o fim do temporal. “Acreditamos que até o final da tarde de hoje o serviço seja reestabelecido totalmente. Uma das principais linhas de transmissão afetadas interliga a região de Capivari de Baixo a Bom Jardim da Serra”, afirma.

Em Lauro Müller, parte da cidade está com o serviço normal. “Continuam sem energia as comunidades de Itanema, Arizona, Guatá, Santa Bárbara e Sumaré. Temos pontos com 20 arvores de eucalipto sobre a rede”, enfatiza Enaldo.

Ainda na região carbonífera, as cidades de Treviso, Nova Veneza, Siderópolis e Criciúma também possuem pontos sem energia.

No extremo sul, Sombrio, Santa Rosa do Sul, Balneário Gaivota, Araranguá e Maracajá também possuem comunidades sem energia elétrica. No Balneário Arroio do Silva, a situação é normal.

Orientações

A Celesc orienta os consumidores das regiões atingidas pelo temporal que considerem a rede energizada.

Conforme o gerente da divisão técnica da Celesc de Tubarão, Claudionor Souza Santos, a atenção deve estar voltada para dentro e fora das residências. “Conforme a previsão do tempo, poderemos ter novos temporais até quarta-feira. Por isso, alertamos a população sobre o perigo de cabos rompidos em meio as vias e árvores em situação de risco de queda. Em casa, orientamos para que deixem os aparelhos elétricos fora das tomadas. Com o retorno do fornecimento de energia, a oscilação da rede pode danificar os aparelhos ligados na rede”, finaliza.

Informações: Sul in foco

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter