Milhares de famílias são atendidas

 

O forte temporal que atingiu Tubarão e cidades da região no último dia 16 deixou centenas de famílias em situação precária. Muitas tiveram suas casas destelhadas, a exemplo de unidades escolares, lojas e indústrias. O forte vendaval teve ventos superiores há 200 quilômetros por hora.  A solidariedade da população da Cidade Azul e região passa por cima de todos os percalços. Está comprovado que é possível fazer mais pelas pessoas e muitos dos que tiveram suas edificações e lares destruídos ‘arregaçaram as mangas’ e foram ajudar os que precisavam mais. A colaboração também tem ocorrido de pessoas em todo o estado e até mesmo de fora. Desde a última quarta-feira muitos passaram pela Arena Multiuso Prefeito Estêner Soratto da Silva para fazer a sua doação ou colaborar como voluntários. Conforme a secretária de assistência social, Jane Falchetti, o brasileiro é solidário por natureza e com isso o sofrimento alheio pôde ser amenizado. “Foram 110 voluntários na Arena Multiuso que pegaram juntos desde a última semana. Exemplos de ajuda ao próximo vieram de todos os lados, apesar do ocorrido a situação mostra que somos fortes juntos e que vamos sair dessa”, acredita a secretária.??Desde a última semana já foram doados roupas, alimentos, materiais de construção e produtos de higiene e limpeza. “Mais de mil famílias receberam as cestas básicas, porém muitos ainda precisam de apoio. O que mais os atingidos necessitam é de material de construção. Foram entregues até hoje (ontem) 3.240 lonas,” descreve Jane. Ontem foram atendidas mais de 209 famílias, e no fim da tarde a organização recebeu do governo do estado sete mil telhas de Fibrocimento (brasilite) para os atingidos. Além disso, o depósito fechou com mil quilos de alimentos, 500 litros de leite e aproximadamente 50 cestas básicas ficaram prontas para serem entregues.  Os atendimentos na Arena Multiuso iniciam às 9 horas e encerram às 18 horas.  

 

Colaboração social é ofertada na Arena Multiuso

A casa que a jovem Mariliana Oliveira, de 25 anos, vive com o marido e os quatro filhos de 4, 7, 8 e 10 anos, no bairro Santo Antônio de Pádua, foi atingida pelos fortes ventos. Ela está grávida de 6 meses e relata que os familiares desde o último dia 16 moram com o sogro no mesmo bairro. “Foi um dia para esquecer. A minha residência teve estragos e o quarto dos meus filhos ficou bem danificado. Hoje, estou na arena em busca de apoio e consegui em um primeiro momento a cesta básica. Mesmo com todas as dificuldades vamos reconstruir a minha casa”, projeta Mariliana. José Rustick, 67 anos, também se queixa do ocorrido.  Ele mora há anos no bairro Santo Antônio de Pádua e teve três galpões danificados. “Vim pedir as telhas. A situação está difícil e não tenho como comprar os materiais. Ganho apenas um salário mínimo e minha esposa tem graves problemas de saúde”, conta Rustick. O advogado Norberto Brunato Neto e o estudante de ciências contábeis, Samuel de Fáveri, não tiveram as suas casas atingidas, porém seus corações viram a necessidade de ajudar aqueles que mais precisam. “Meu amigo e eu queremos colaborar. Temos participado dessas ações organizando as roupas, entregando os materiais e ajudando no que for preciso. Todos podemos fazer algo para alguém”, enfatiza Norberto.

Fonte: Notisul

Imagem: Jailson Vieira 

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter