PMs de Tubarão poderão gravar abordagens com câmeras em coletes

A partir de agora, os policiais militares de Tubarão usarão câmeras nos coletes para que as abordagens sejam filmadas. A iniciativa faz parte de um projeto-piloto lançado ontem, no Salão Nobre da Unisul. As imagens serão analisadas por três universidades, do Brasil e do exterior.

Segundo o subcomandante geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, que realizou o lançamento do equipamento, a tecnologia é de ponta e o policial militar vai portar uma câmera presa ao seu colete, sendo capaz de registrar as suas intervenções.

Cinco microcâmeras serão usadas para gravar as ações dos PMs de Tubarão. Os aparelhos têm um rastreamento GPS e gravam som e imagens em alta definição, podendo registrar ainda as imagens à noite. A gravação começará quando o PM for atender uma ocorrência.

“Esse projeto é desenvolvido em parceria com uma instituição não governamental, a Igarapé, com a colaboração de duas universidades internacionais, uma norte-americana e outra inglesa. São muitos os ganhos dessa filmagem, primeiro melhora o comportamento do cidadão e do policial, segundo é a coleta de provas que vão servir de base para acusação e eventual condenação, que será mais técnica, mais precisa”, explica o coronel Araújo.

A PM pretende distribuir mais 135 câmeras para outras quatro cidades do Estado até o começo de 2018 e quer que até 2019 todas as patrulhas de Santa Catarina tenham um equipamento do tipo, o que vai custar R$ 6 milhões.

O sistema

O sistema promete baixar as imagens em um banco de dados, sendo possível fazer a busca por meio de um software próprio. As imagens capturadas pelas câmeras poderão ser visualizadas. Porém, não acessíveis ao policial ou qualquer outra pessoa. Essas imagens serão retiradas no berço criptografado, indo direto para o servidor, onde ficam protegidas.

“Tubarão é uma cidade que possui um tamanho relevante para fazer uma experiência boa, mais índice de criminalidade sob controle, com um cenário mediano. Foi escolhida também pela qualidade dos relacionamentos locais entre as agências envolvidas na produção de segurança, e a cultura de inovação, suporte e apoio do batalhão local para esses tipos de projetos”, destaca o subcomandante.

Fonte: Notisul
Foto: ADR de Tubarão

 

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter