Casa de sargento é alvo de disparos de arma de fogo em Criciúma

A casa de um sargento da Polícia Militar de Criciúma foi alvo de criminosos na noite dessa terça-feira (5). A residência localizada no bairro São Sebastião recebeu cerca de cinco disparos de arma de fogo. A casa ao lado também foi atingida com seis disparos. Pelos projéteis encontrados, a arma utilizada pode ser de calibre 380 ou 32.

Os tiros foram disparados por volta das 22h30 e não havia ninguém na casa do sargento, ele estava de serviço em Siderópolis e a família não estava em casa. E na outra residência atingida ninguém ficou ferido. As informações são do Portal Engeplus.

A PM recebeu informações que os disparos foram efetuado. Ele se aproximaram da casa a pé e depois  fugiram em um Volkswagen Crossfox de cor Vermelha em direção ao bairro Progresso.

Em rondas na região, por volta das 23h45 os policiais encontraram um veículo com as mesmas características no bairro Santa Luzia. Eles abordaram os ocupantes e no carro estavam um adolescente de 17 anos e uma mulher de 35 anos.  

De acordo com o comandante do 9ª Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Criciúma, tenente-coronel Cristian Dimitri Andrade, os policiais continuaram as rondas e também prenderam um rapaz de 18 anos, que estava com um mandado de busca e apreensão ativo.

 

Operação continuará

Uma operação de saturação está acontecendo em Criciúma desde sábado, dia 2. A ação iniciou após a morte de um adolescente, de 17 anos, com 55 passagens. Ele foi morto em uma troca de tiros no bairro Boa Vista.

Ao longo dos último dias, mais de  60 policiais trabalharam em Criciúma. A operação já teve apoio dos municípios de Araranguá, Içara, Imbituba, Tubarão, Balneário Camboriú e Lages.

“Nossa operação vai continuar. Nós já tínhamos informações que atos como esse de disparos de arma de fogo em casa de policiais pudessem acontecer, porque já aconteceu no passado”, afirma.

O comandante ressalta que a operação fez com que o tráfico de drogas da região perdesse força. “Não se vê mais usuários de drogas andando nas ruas nos bairros de vulnerabilidade como antes, por exemplo.  O crime organizado envolve o tráfico de drogas e com a presença da polícia, eles deixam de lucrar e nesses últimos dias perderam muito dinheiro”, observa.

A operação continuará nos próximos dias. “Enquanto for preciso o efetivo de fora continuará nos ajudando. Vamos continuar trabalhando para manter a cidade segura", finaliza. 

Fonte: Portal Engeplus

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter