Empresário é denunciado por mais três crimes

O  empresário criciumense Marcos Claiton Machado, de 38 anos, foi denunciado pelos crimes de estupro de vulnerável, porte de arma e falsa comunicação de crime pelo promotor Marcus Vinicius de Faria Ribeiro, da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Içara nesta sexta-feira. Os casos são referentes ao abuso sexual contra uma menina de 11 anos de Cocal do Sul, registrado na tarde de 11 de agosto. Machado já havia sido denunciado pelo Ministério Público (MP) por um crime de estupro cometido contra uma adolescente de 15 anos, no ano passado, no Bairro Boa Vista, em Içara. Ele ainda foi identificado por outros crimes, dentre os quais este de 2015, após ser preso em 12 de agosto, em casa, no Bairro Pio Corrêa, em Criciúma, pela Polícia Civil.

A 2ª Vara Criminal da Comarca de Içara já aceitou a denúncia do MP acerca do crime contra a adolescente de 15 anos em 2015, transformando Machado em réu na ação penal, e deferiu ainda mais uma prisão preventiva por este caso. O próximo passo é a manifestação da defesa, e em seguida será marcada a primeira audiência de instrução e julgamento. Como a denúncia do caso da menina de Cocal foi emitida no início da tarde desta sexta-feira, o Poder Judiciário irá ainda se manifestar sobre a aceitação ou não, transformando, caso acate, Machado em réu pela segunda vez.

Em relação à falsa comunicação de crime, o acusado, após a repercussão do estupro da menina de 11 anos, foi até a Central de Plantão Policial (CPP) de Criciúma e registrou um Boletim de Ocorrência alegando que havia sido sequestrado e ficado em poder dos criminosos dentro do próprio veículo, o mesmo usado para abordar a criança e no mesmo horário em que cometeu o crime contra ela.

Outro inquérito em
fase de conclusão

Há ainda duas ocorrências em análise, em Içara e no Balneário Rincão, porém foram tentativas. Em relação a outro caso consumado, no Rincão, o delegado de Içara, Rafael Iasco, aguarda os laudos periciais para encerrar o inquérito policial. Trata-se do estupro de uma adolescente de 15 anos, no dia 4, uma semana antes do crime de Cocal. A vítima já prestou depoimento formalmente na Polícia Civil semana passada e reconheceu Machado como sendo autor do crime.

O inquérito policial do caso de Cocal foi encaminhado primeiramente ao Fórum da Comarca de Urussanga, porém, a competência foi repassada para o Fórum da Comarca de Içara, onde ocorreram outros crimes. Como modo de abordagem, por meio de violência e ameaça, Machado, em posse de uma arma de fogo e de um veículo Malibu, chegava às vítimas e as levava para uma casa, nos dois últimos casos, uma residência no Balneário Rincão, onde cometia os abusos e as fotografava. Elas ainda eram amordaças com fitas, ameaçadas de morte caso contassem a alguém e deixadas perto de casa.

Foto: Divulgação

Fonte: Clicatribuna

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter