TSE rejeita ação de coligação de Bolsonaro contra Haddad por show de Roger Waters

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou por unanimidade nesta quinta-feira (13) ação proposta pela coligação do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) que pedia a inelegibilidade do adversário, Fernando Haddad (PT), em razão do show do cantor Roger Waters no Brasil.

Segundo a coligação de Bolsonaro, houve propaganda irregular em favor do petista durante shows do cantor.

De acordo com a ação, Roger Waters fez um "gigantesco show" em São Paulo, no qual veiculou no telão a mensagem "#ELE NÃO", que se tornou "instrumento de campanha negativa contra o candidato Jair Bolsonaro".

Além disso, diz que houve manifestações políticas em shows em Brasília e Minas Gerais.

A ação pedia que Haddad e a candidata a vice, Manuela D'Ávila (PCdoB), fossem declarados inelegíveis por oito anos.

O ministro Jorge Mussi, relator da ação, afirmou que não houve abuso de poder econômico nesse caso.

Para o ministro, “inexiste prova segura da prática de conduta dos candidatos a revelar o uso malicioso da turnê com a finalidade de influenciar eleitoralmente”.

O voto foi acompanhado pelos ministros Og Fernandes, Admar Gonzaga, Carlos Horbach, Luís Roberto Barroso, Edson Fachin e pela presidente da Corte, Rosa Weber.

Fonte: G1

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter