Cortes de gastos marcam 100 dias de governo

Um governo voltado para resultados, eficiente e preocupado com a qualidade do serviço prestado à população. Dessa maneira, o governador Carlos Moisés resumiu o desafio dos primeiros 100 dias de mandato à frente do Executivo de Santa Catarina. O principal foco, de acordo com o governador, é gerar economia de recursos para proporcionar um melhor serviço à população.

Ao lado da vice-governadora, Daniela Reinehr, e de secretários de Estado, ele fez um balanço dos primeiros meses de gestão durante cerca de duas horas na sede da Defesa Civil, em Florianópolis.

O governador se disse satisfeito com os resultados alcançados nesses 100 primeiros dias, que serão completados hoje, e citou avanços em ações como o “Governo Sem Papel”, a criação do Colegiado Superior da Segurança Pública, a revisão dos incentivos fiscais e o envio da Reforma Administrativa à Assembleia Legislativa, que ainda analisa o projeto. “O trabalho começa com ações simples, como eliminar o uso desnecessário do papel e cortar o cafezinho, mas passa pela venda de aeronaves do governo e a revisão de contratos para melhorar o processo de compras. São ações que estão apenas começando, mas vão resultar em uma economia de quase R$ 100 milhões até o fim de 2019”.

Segundo o site criado pelo governo dedicado aos 100 dias de governo, os cortes vão permitir recursos para investimento nas prioridades do Estado. Entre as obras de infraestrutura, o governo já iniciou o processo de reforma das pontes Colombo Machado Salles e Pedro Ivo Campos, anunciou o prazo para finalização da Ponte Hercílio Luz e começou a recuperação da Serra do Rio do Rastro.

“Nesses primeiros 100 dias, também houve espaço para inovação. O governo do Estado avançou com o Detran Digital, o Cartão de Pagamentos do Estado de Santa Catarina Serviços, que facilita a vida dos gestores de escolas, e um aplicativo que irá gerar uma economia de R$ 6,2 milhões na compra de combustíveis”, cita.

Economia nos cofres públicos
“Com o fim das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs), o governo garantiu eficiência e uma relação mais direta com as prefeituras, por meio da Central de Atendimento aos Municípios. O projeto de Reforma Administrativa vai garantir uma estrutura mais enxuta e ágil, com economia de até R$ 124,3 milhões aos cofres públicos nos próximos 12 meses – ou seja, de cerca de R$ 500 milhões em quatro anos”, pontua o site dedicado aos 100 dias de governo. “Não somos um governo que tem o perfil de fazer promessas, nem de agradar a todo mundo. Mas estamos no caminho certo, não tenho dúvidas. Nossa ideia é de que, conversando, a gente busque a eficiência. Vamos fazer história”, disse o governador.

Fonte: Jornal Diário do Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter