Procedimentos cirúrgicos: correções a favor dos olhos

Estar em dia com a saúde dos olhos e poder, além disso, ter benefícios para ter uma visão mais saudável é o sonho de milhares de brasileiros que sofrem de algum problema relacionado. Deixar de usar óculos e lentes de contato é um dos maiores desejos de quem precisa fazer o uso destes meios para poder conseguir enxergar com nitidez.

Em Tubarão é possível, através de procedimento cirúrgico, realizar esta correção. Pioneira na região Sul de Santa Catarina, a Oftalmoclínica realiza a correção refrativa a laser para miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia.

Aos cuidados dos médicos oftalmologistas Celso Borges e Thiago de Azevedo Borges, a correção é realizada. Segundo o oftalmologista dr. Thiago, os médicos realizam aproximadamente 100 procedimentos cirúrgicos por mês para correção visual. “O procedimento é muito seguro e realizamos exames pré-operatórios dos mais avançados, como a tomografia de córnea com o equipamento Pentacam HR, e somente indicamos o procedimento se o resultado esperado ao paciente for muito bom”, detalha o oftalmologista. 

Ele explica que o procedimento é realizado apenas com anestesia local (colírios) e dura em média menos de 10 minutos para os dois olhos. “O paciente tem a possibilidade de ficar livre do uso de óculos e lentes de contato na grande maioria dos casos”, explica o oftalmologista.

Dr. Thiago comenta que após o procedimento os pacientes sempre perguntam se o grau volta. “Na verdade, não, o que acontece é que o laser corrige o grau que você tem hoje, mas não há como prever se você desenvolverá grau no futuro. Se vier a voltar a utilizar óculos no futuro é por ter desenvolvido um novo grau refracional. Mas não por ter ‘voltado’ o que o paciente tinha antes. Além disso, a chance de desenvolver grau com este estabilizado após os 21 anos é muito remota”, descreve o médico oftalmologista. 

A correção refrativa a laser personalizada, segundo dr. Thiago, possui um grande diferencial no resultado final do paciente, dando uma qualidade visual superior à correção convencional. “A grande vantagem de fazer o procedimento em nossa clínica é de o paciente estar em sua própria região, sendo que com qualquer intercorrência, embora rara, o paciente pode ser prontamente atendido. Além de não precisar se deslocar várias horas até outro centro, onde, muitas vezes, o profissional que irá realizar o procedimento nem conhece o histórico do paciente”, analisa o médico.

O equipamento

O Laser Visx Star S4 IR utilizado na Oftalmoclínica é o equipamento mais utilizado nos EUA para este tipo de procedimento, sendo o único aprovado para correção de astronautas da Nasa e da Força Aérea Americana.


Cirurgia de catarata

Pensando em oferecer sempre o melhor a seus pacientes, a Oftalmoclínica adquiriu o equipamento Centurion Vision System, atualmente o mais moderno do mundo para remoção de catarata. “Fomos um dos primeiros serviços de oftalmologia de Santa Catarina a adquirir esta tecnologia”, relata dr. Celso. O procedimento é realizado em alguns minutos, apenas com a aplicação de colírio anestésico (anestesia tópica). Isso possibilita ao paciente, após o procedimento cirúrgico, além da recuperação visual, ficar livre do uso de óculos, na maioria dos casos.


Ceratocone: diagnóstico precoce é fundamental

Outra situação que envolve a correção para a visão é o ceratocone. A doença afeta o formato e a espessura da córnea, provocando a percepção de imagens distorcidas. A evolução do ceratocone é quase sempre progressiva com o aumento do astigmatismo e da miopia. O diagnóstico definitivo desta patologia é feito com base nas características clínicas e com exames objetivos. Segundo dr. Thiago, muitos pacientes nem sabem que possuem ceratocone. “Muitas vezes, por realizarem exames de óculos com profissionais não oftalmologistas, ficam vários anos apenas trocando de óculos e perdendo progressivamente sua visão, e é uma doença que pode levar à cegueira”, informa o médico. 

Pioneiro no Sul em diagnóstico e tratamento da doença, dr. Thiago diz que os principais fatores envolvidos na patologia são o fator genético e alergias (coçar os olhos).

“Há uma verdadeira ‘epidemia’ mundial em ceratocone, pois as pessoas estão desenvolvendo cada vez mais alergias por fatores genéticos e alimentares, coçando exageradamente os olhos”, explica dr. Thiago. Para o oftalmologista, o tratamento padrão hoje é o implante de anel corneano intraestromal. “Realizamos tal procedimento em nossa clínica, sendo um procedimento muito seguro, realizado com anestesia local [apenas colírios]. Tal procedimento melhora a qualidade visual do paciente, diminui o grau de seus óculos e impede em 95% dos casos a evolução para transplante de córnea, que apresenta ainda inúmeras complicações”, explica o oftalmologista. Os principais cuidados no pós-operatório são o ato de não coçar os olhos e revisões periódicas com o médico oftalmologista.

Fonte: Diário do Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter