Caso de chikungunya é acompanhado

Tubarão registrou até agora um caso de chikungunya. Os dados, divulgados pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC), são referentes ao período de 31 de dezembro do ano passado a 31 de março deste ano. Não houve registros de casos de dengue ou zika vírus na região.

No total, foram notificados 129 casos de febre de chikungunya em Santa Catarina. Desses, cinco (4%) foram confirmados (todos pelo critério laboratorial), 84 (65%) foram descartados, 40 (31%) permanecem como suspeitos, sendo investigados pelos municípios.

Dos cinco casos confirmados até o momento, três - incluindo o de Tubarão - são importados (transmissão fora do Estado) e dois são autóctones, ambos residentes no município de Cunha Porã.

A chikungunya é uma infecção viral causada pelo vírus chikungunya, que pode se apresentar sob forma aguda, com sintomas abruptos de febre alta, dor articular intensa, dor de cabeça e dor muscular, podendo ocorrer erupções cutâneas e evoluir para as fases subaguda (com persistência de dor articular) e crônica (com persistência de dor articular por meses ou anos).

Pessoas que estiveram, nos últimos 14 dias, em cidades com a presença do Aedes aegypti ou com a transmissão da febre de chikungunya e apresentarem os sintomas devem procurar uma unidade de saúde para o diagnóstico e tratamento adequados.

Fonte: Jornal Diário do Sul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter