Procura pela vacina da Febre Amarela é grande em São Ludgero

A vacina da Febre Amarela, desde o dia 1º de fevereiro deste ano, passou oficialmente para o calendário nacional de vacinas. Trata-se de uma ação intensificada durante o mês, mas estará disponível durante todo o ano. Em São Ludgero, a procura cresce a cada dia e a meta é vacinar 8.870 pessoas na faixa etária de 9 meses a 59 anos. Pessoas acima de 60 anos, somente receberá a vacina, com autorização médica. No dia 9 de março acontecerá o Dia D contra a Febre Amarela, com vacinação das 8 às 17 horas, sem fechar ao meio dia, na Sala de Vacinas, localizada na ESF Margem Esquerda.

      A Febre Amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um arbovírus (vírus transmitido por artrópodes), que pode levar à morte em cerca de uma semana se não for tratada rapidamente. Os casos de Febre Amarela (FA) no Brasil são classificados como Febre Amarela Silvestre ou Febre Amarela Urbana, sendo que o vírus transmitido é o mesmo, assim como a doença que se manifesta nos dois casos, a diferença entre elas é o mosquito vetor envolvido na transmissão.

      As responsáveis pela Sala de Vacinas em São Ludgero, Rosi Borba Werncke e Simara Medeiros Martins, dizem que os atendimentos diários chegam a 10 horas. “Estamos atendendo das 7h30min às 17h30min. A procura é muito grande. A partir deste mês a vacina passa a ser ofertada no Calendário Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS), mensalmente, para todo o país. A dose é única”, pontua Rosi. Ela lembra que é obrigatória a apresentação da Caderneta de Vacinas e o Cartão do SUS. Mais informações ou esclarecimentos pelo fone (048) 3657-0838.

    O Ministério da Saúde (MS) alerta e recomenda que as pessoas residentes ou que irão viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata dos municípios que compõem a Área com Recomendação de Vacinação (ACRV), se vacinem contra a Febre Amarela.

    A Secretária da Saúde, Nilva Schlickmann Pickler, diz que a equipe está empenhada em imunizar todas as pessoas que residem na cidade e possam receber a vacina. “Existe uma mobilização para que a meta seja alcançada e o dia D é uma oportunidade a mais para as pessoas procurarem a Sala de Vacinas”, ressalta a secretária.

Fonte: ASCOM

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter