Mãe e filha em SL: descartada qualquer hipótese de contaminação por coronavírus

Nesta semana o portal Repórter Sul trouxe informações referentes a viagem de mãe e filha que estavam na China, passaram por São Paulo e estão agora em São Ludgero. A redação manteve em contato com a mulher que disse justamente ter vindo ao Brasil para evitar problemas e fugir do caos. Ela apresentou uma série de exames que fez tanto na China, quanto em São Paulo, e que só foi permitida sua viagem por estes não estarem apontando nenhum problema de saúde. A quarenta existiu, já que mãe e filha permaneceram por um período em observação antes da viajem e também assim que desembaraçaram em São Paulo.
Quanto ao voo, elas vieram pela empresa aérea EMIRATES, que estava totalmente preparada para as precauções, inclusive todos foram obrigados a realizar exames, tanto no embarque quanto no desembarque. Também tiveram que fazer todo percurso com máscaras.
“Minha intenção foi justamente proteger minha filha desta doença e tomamos todos os cuidados necessários. Na China estava começando a acontecer problemas no abastecimento de comida e viemos pra cá visando nossa proteção. Nem conseguiríamos viajar se tivesse alguma suspeita, “informa a mulher.
Fomos informados que fora todos os cuidados da viagem e o período de observação em Shangai, que não era área de risco, em São Paulo e São Ludgero também estão se mantendo em casa, inclusive por ameaças que receberam através da internet. 
“Fomos ameaçadas pelas pessoas. As mensagens sobre nossa vinda gerou um alarme e fez toda minha família sofrer, sendo que não temos nada e já provamos isso. Não pretendo ficar no Brasil, só vim para proteger minha filha, fiz a minha parte para evitar problemas para nós e para todos, só gostaria de não ver o sofrimento que minha família está passando com comentários maldosos e ameaças, “reforçou.
Muito antes de noticiada a viagem de mãe e filha para São Ludgero, mensagens “Fake News” que afirmavam uma possível contaminação já estavam circulando nas redes. Publicamos as informações sobre a vinda para São Ludgero e também temos o compromisso de trazer a versão da envolvida e esclarecer que, com apresentação de exames, está descartada qualquer possibilidade de contaminação.
Repudiamos qualquer tipo de ameaça feitas a toda família. A identidade  de mãe e filha continua preservada

Fonte: Repórter Sul - Imagens da internet

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter