Feira de adoção ocorre nesse sábado

É constante o número de casos de abandonos de animais nas cidades da região. Sem donos, cães e gatos ficam soltos pelas ruas a mercê de maus-tratos, sem falar no problema de saúde pública que pode acarretar na proliferação de doenças. Para tentar amenizar o sofrimento desses animais, um grupo de voluntários promove ações para resgatar e tratar os cachorros que muitas vezes são encontrados doentes e desnutridos.

Amanhã, junto às ações do primeiro Dia D especial de Páscoa (dia 15 tem mais), o grupo realiza uma feira de adoção e um pedágio solidário na Praça do Museu Willy Zumblick, no centro de Tubarão. “A falta de conscientização da população interfere diretamente nos problemas da sociedade, que muitas vezes cobra do governo, mas não faz a sua a parte”, alerta uma das voluntárias, Niákara Cascaes.

Os voluntários também criaram uma página no Facebook “Adote um amigo – Tubarão/SC” – onde realizam campanhas e estimulam a comunidade a adotar um cachorrinho. “Os próprios voluntários arcam com as despesas com clínicas veterinárias, medicações e a busca de lares para acolherem de forma temporária durante o tratamento ou adoção responsável do animal de estimação”, explica.

Raimundo precisa de ajuda
O pequeno cãozinho Raimundo tem conquistado a atenção e o cuidado dos voluntários que o resgataram em um estado lastimável. Desidratado, anêmico, com carrapatos e o órgão genital tomado por parasitas, o animal estava perdido no bairro São Raimundo. Ele ficou internado por dois meses em uma clínica de Tubarão – parceira do grupo -, que realizou a cirurgia de reconstrução do órgão genital.

Para quitar as despesas médicas, os amigos estão rifando uma cesta de Páscoa. Quem tiver interesse pode acessar o Facebook da voluntária Niákara Cascaes.

Outros eventos são programados, pois os casos não param de chegar. “Estamos nessa causa pelo amor que sentimos aos animais. As pessoas não precisam amar como nós os amamos, mas também não é admissível que fiquem inertes a um problema que com certeza acontece nos bairros de cada um. Queremos que esses animais sejam minimamente respeitados e continuaremos cobrando isso não só dos políticos, mas da sociedade como um todo”, destaca a voluntária.

Voluntários cobram melhorias no CCZ
A questão dos animais de rua não é apenas um problema aos olhos de quem tem um afeto aos animais. É também um problema de saúde pública. Os voluntários têm cobrado do atual governo municipal um médico veterinário para o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da cidade. O grupo participa de reunião com o secretário da Fundação de Saúde, Daisson Trevisol, para oficializar as solicitações. “Infelizmente, a burocracia nos atrapalha. Se tivéssemos esse veterinário no CCZ, não precisaríamos arrecadar valores para as castrações. Poderíamos usar esse dinheiro para outras ações necessárias, como custeio de tratamentos”, dispara Niákara.

Fonte: Notisul

A Meu SUL surgiu em 2008 e, durante oito anos, circulou na região sul como revista. Em 2016, Meu SUL renasce como um portal de notícias cujo objetivo é levar até você informação com a credibilidade que já era encontrada nas páginas da revista. A WebTV Meu SUL também é uma novidade. Acompanhe-nos através de nossos canais e fique por dentro de tudo que acontece na região!

Av. Getulio Vargas, 504. Ap 101. Centro
CEP: 88.750-000 - Braço do Norte - SC

Telefone: +55 (48) 3658-0092

Email: [email protected]

Newsletter